segunda-feira, maio 31, 2010

Perfume de Amargura


Não esqueço sua face na chuva fina,
cada lance é motivo de saudade!
Sem rumo, ignoro a velocidade...
...seu rosto some na triste neblina!

O mundo era nosso...Ela estava linda!
Esqueci o tempo...Não vi a mocidade,
seus olhos resumiam felicidade;
Tenho, oculto, o "amarige" que fascina!

Sem a sua voz minhas horas são tristes,
sem ela parte de mim não existe;
Perco a noção da noite e do dia.

Já aceito o desencontro, calado!
Culpo o momento do longo passado,
marco a lembrança na minha poesia!...

Machado de Carlos

Publicado no Recanto das Letras
Código do texto: T1149255

Imagem do Blogue:
http://versoeprosapoemas.blogspot.com/

37 comentários:

CamilaSB disse...

Os momentos doces guarda-os o
o coração
para que nas horas tristes da
da noite ou do dia,
sejam relembrados e revividos
com emoção.
Assim, a tristeza abre caminho
à nostalgia.
Saudações com votos de muita alegria!

♥ Sussy* disse...

um belo poema cheio de nostalgia
e muito sentimento! Gosto de ler algo tão profundo
obrigado por compartilhar ... um beijo

Sandra Botelho disse...

E é assim que o coração fica quando o amor se vai...
Bjos achocolatados

Sonhadora disse...

Meu querido poeta
Que maravilhoso momento de inspiração...adorei o poema.

Beijinhos
Sonhadora

Srt . Vasconcelos disse...

Adorei o texto *-*
Viajei nas palavras.
Muito bonito o jeito que você descreve.
Deve estar amando muito. hahaha.

Tânia regina Contreiras disse...

Machado, bem marcado encontro nesses seus versos. E o amor e as musas sempre estão aqui presentes, que bom!
Abraços,
Tânia

Luciana disse...

Oi Carlos

Que bonito esse texto gostei mesmo
Bjs e uma boa semana

Srt . Vasconcelos disse...

Acho perfeito o jeito que você descreve as coisas.
As palavras que você usa me deixam mais calma, mesmo quando os poemas falam sobre uma "triste neblina".
me vejo neles, parabéns, é incrivel.

Felina Mulher disse...

Amigos, Em Maio de 2009 eu criei este blogue simples, como eu muitas vezes disse, escrito com textos pequenos. Escrevi coisas sentidas, relatei episódios de uma mulher que sofria por acreditar no amor, brinquei, escrevi uma carta ao Cara lá de cima ,desci do Salto, enfim, tudo à volta de uma «FELINA» que falou com o coração, onde brincou, onde agradeceu a simpatia de quem está frente a um monitor, tão longe e tão perto...

Aqui na minha vida virtual soltei muitas gargalhadas, e algumas lágrimas...

Tal como o faço na minha vida Real, que ouve tantas vezes o meu silêncio quantas as vezes que testemunhou a minha felicidade...


Mas apesar de ter amado muito do que aqui escrevi e ainda amo escrever, eu no momento não me sinto incentivada a continuar o blogue e isso tem sido cada vez mais notório...

Quanto aos meus textos, poesias e outras brincadeiras, não vão dizer que acreditaram?! Foram apenas uma desculpa para vos dizer: estou aqui, quero conversar com vocês nem que seja a brincar com rimas e sentimentos!

Sei que não me enganei acerca de algumas pessoas que me acompanharam durante este um ano, é a "tal" empatia de que é gratificante conhecer-lhe o significado (espero que me continuem a dar o prazer da vossa amizade) assim como outras pessoas que tendo blogues ou não, conheceram o meu há menos tempo. Obrigada pelas palavras deixadas aqui, obrigada pela simpatia.
Quando eu me senti melhor, quando minha inspiração voltar, eu volto a escrever minhas insanidades;
Um beijo meus amores....AMO VCS!

Efigênia Coutinho disse...

Poeta, nada pode ser comparado a este sentimento latente sempre em seus Sonetos, o AMOR, coisa linda vou vivendo aqui, ao seu lado lendo o belo sentir,
jâ em terras Brasileiras,
com afeto,
sua amiga poêtica,
Efigënia Coutinho

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Oi, querido! Que lindo! Não tem só amargura, tem sabor agridoce, o sabor do Amor. Sinto o perfume de Amor dos seus poemas.
Beijos
Renata

Mila disse...

Linda tua poesia, estes versos me fizeram sentir uma saudade do voz do meu amor: "Sem a sua voz minhas horas são tristes, sem ela parte de mim não existe; Perco a noção da noite e do dia"
Amei...
Bjs
Mila

Caminhos Poéticos disse...

Você,
é a minha música mais linda ouvida
a minha poesia de amor preferida
o sorriso que fala da paz ao meus ouvidos.

Joe Luigi

Beijos & Flores......M@ria

Sandra Botelho disse...

Vim deixar um cheiro...
Bjos achocolatados

Dhebora Hevelin disse...

Palavras profundas, que tocam e emocionam a cada verso lido...
Maravilhoso!

Boa semana ♥

Carmem disse...

Ó Machado! Que aventura a tua, poeta. Não tiveste sorte :(
Mas fica tranquilo que na minha bicicleta não corres risco não!
E te dou 2 razões:
1ª - filosofandoemcimadabicicleta só pedala palavras e coisas do gênero.

2ª - a bicicleta de que falo no blog é daquelas que por estas bandas se chama: " de manutenção", usadas em fisioterapia, ou para ginástica.

Por isso, volta sempre, que não tem perigo. Adorei teu comentário, e respondendo tua pergunta, não, não moro perto de Leiria.
Um abraço amigo

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Parabéns,amigo. Uma saudade molhada, deliciosamente descrita .Um abraço

Maria disse...

Lindíssimo o seu poema.

"Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer."
(Luis de Camões)

Gostei muito do seu blog, irei seguir com muito prazer.
Um abraço
Maria

Pat. disse...

Reclames do coração.
Ela se foi, as marcas ficaram e a saudades vive!

Tens um jeito especial de escrever querido amigo.
UM beijo

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Oi, querido*
Acabo de publicar lá no eu e daí o seu lindo poema. Espero que vc goste. Estou saindo, dor de cabeça.
Dá um pulo lá.
Muito obrigada
Beijos
Renata

Pérola disse...

Bela poesia amado.
Um pouco triste é verdade mas vc consegue o embelezar independente das circunstâncias,isso é ser poeta.
Beijos meu querido.Parabénsssssssssssssss

ANTOLOGIA POÉTICA disse...

Nascerá amor de todas as cores Para meu coração enfeitar E o perfume que sair de mim Com o do amor se confundirá E nunca mais ...por minhas faces... Deixarei lágrimas de dor rolar...


"Aut. Desconhecido''

AGRADEÇO SUA VISITA....BEIJOS...M@RIA

Fede disse...

Como é belo! Extremamente profundo ...
Quem nunca viveu nestas horas tristes?
Eu começo a seguir, da irmã Argentina
Um abraço, e um sortudo por ter encontrado o seu blog!

M@ria disse...

Em sonho vireis delicadamente
e sem motivo algum
direis palavras amáveis
que vos surpreenderiam
se vos fossem contadas.

Cecília Meireles

Boa Noite e Beijos meus! M@ria

Carmem disse...

Ok, poeta.
Gostei.
Volte sempre, que eu de certeza não vou deixar de vir descobrir teus jogos com palavras.

E pensa: mesmo as coisas que a gente adora, nos dão sustos.

E andar de bicicleta pode ser muuuito inspirador. Porque dá pra prestar mais atenção a pormenores, de que não dás fé, quando vais de carro.
Por isso, não abandones a bicicleta, tá?
Abço amigo

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo, Poeta Carlos ! Adorei*


Descobri que te amo demais

Descobri em você minha paz

Descobri sem querer a vida

Verdade!...

Prá ganhar teu amor fiz mandinga

Fui a ginga de um bom capoeira

Dei rasteira na sua emoção

Com o seu coração fiz zueira...

Fui a beira do rio e você

Com uma ceia com pão

Vinho e flor

Uma luz prá guiar sua estrada

A entrega perfeita do amor

Verdade!...

Descobri que te amo demais

Descobri em você minha paz

Descobri sem querer a vida

Verdade!

Como negar essa linda emoção

Que tanto bem fez pro meu coração

E a minha paixão adormecida...

Meu amor, meu amor, incendeia

Nossa cama parece uma teia

Teu olhar uma luz que clareia

Meu caminho tal qual, lua cheia...

Eu nem posso pensar te perder

Ai de mim esse amor terminar

Sem você minha felicidade

Morreria de tanto penar

Verdade!...

Bom Dia!

Valéria Sorohan disse...

Surpreendente é a palavra que classifica nossas vidas em certos momentos. Mesmo naqueles onde só há desencontro, também há o lado bonito, bom, foi isso que me foi passado com tão linda poesia.

BeijooO'

REGGINA MOON disse...

Machado,

Linda a sua postagem...grata por sua visita e carinho de sempre!!

Muitas lembranças nos trazem o aroma do perfume, de amarguras, mas também de alegrias...

Um grande beijo e ótimo feriado!

Reggina Moon

Marta disse...

Vivo-os todos os dias...
Quando acordo e vejo o teu rosto...
Apenas na minha memória......
Gostei imenso...
Passe por lá, ok???
Beijos e abraços
Marta

Carmem disse...

Ok.
De nada.
:))))

ONG ALERTA disse...

Cada lembrança é magica...paz.
Beijo Lisette

"Cantinho Poético" disse...

"A verdadeira essência das coisas, só o coração pode
ver, com a sensível alma que o faz viver. Quando a
alma, retorna a sua origem divina, o coração para de bater. Somente a alma sobrevive no plano divino,
aguardando um novo alvorecer."

''Elias Akhenaton''

Boa Noite e beijos meus...M@ria

Lou Albergaria disse...

MAIS UM BELÍSSIMO SONETO DE UM ENCANTADOR POETA!!!!!

FICO FASCINADA COM TEUS DECASSÍLABOS, MESMO NÃO SABENDO DIVIDÍ-LOS, MAS SEMPRE ADMIRANDO TUA MAESTRIA...

FIQUE SEMPRE EM PAZ E HARMONIA...

SUPER BEIJO!!!!

"Cantinho Poético" disse...

Mui lindoooooooooooooo...ameiiiii

Amor feito Poesia disse...

"Quem não é capaz de entender o silêncio de um
amigo também nunca há de compreender suas palavras.
Escutar é muito mais difícil do que falar e olhar."

Piet Van Breemen


BOM FDS.....Beijos & Flores!! M@ria

Silenciosamente ouvindo... disse...

Venho agradecer o seu registo no
meu blogue já fiz o mesmo no seu.
Espero nos encontremos muita vez.
Beijinho/Irene

Cris de Souza disse...

Até no baixo consegue elevar...