segunda-feira, maio 03, 2010

Estrela Cadente


Estrela Cadente

...! Vez em quando ela vem e me devora...
Fico feliz... num mundo diferente
Depois... Sem mais nada ela vai embora
Não entendo o brilho da estrela cadente!...

Seu rastro estelar marca o espaço afora
A sua luz confunde a minha mente
Amenizo a dor no verso que chora
Eis o remédio para o amor silente.

Ela vem... Volta pra outra dimensão
E eu alimento de solidão;
Que fazer, se tudo está escrito?

A vida é um corredor de estrelas,
Entre milhões; como conseguir vê-la?
Meus olhos perdem-se no infinito!...

Machado de Carlos

Publicado no Recanto das Letras
Código do texto: T1378728

16 comentários:

Efigênia Coutinho disse...

Bom dia querido Poeta, relamente um belo dia se inicia ao ler seu Soneto Estrela Cadente.

Gosto deste teu lado romântico na poesia.
Adorei o Selinho, quando eu voltar ao Brasil, vou efitar ele em todas as minhas páginas dos Blogs.
Muito agradecida com a divulgação do Blog.
Com afeto, aqui de
NEW YORK

Efigênia Coutinho

*lua* disse...

Bom dia meu amigo!!!

Estrelas ... quando nos apaixonamos por uma ... já estamos amando sua partida, sua enexistência, sua morte ... até que um novo brilho nos acenda!!!

uma ótima semana para ti!!!

obrigada pela tua bela poesia postada em meu blog

Cris de Souza disse...

Brilhante... meu poeta!

Valéria disse...

Que linda forma de descrever o sentimento que uma estrela cadente lhe causa.

BeijooO'

Mila disse...

Escrever é o alento de todo poeta...
Quando me dói a alma escrevo, quando fico feliz também...Amenizamos a nossa dor nos versos, nas estrofes...
Bela poesia!
Bjs com carinhos
Mila

Pedro Melo disse...

perfeito!!

"Cantinho Poético" disse...

Brindo! E em cada verso, na escuma,
alimento-me no teor do teu texto.
Decoro as tuas lições, e, no espelho
não perco um só ponto ou coisa alguma.

lindo.......encantada.....Beijos!!

Sandra Botelho disse...

Ela vem somente para te encantar e parte deixando rastros, siga-os...
Bjos achocolatados

Sandra Botelho disse...

Coincidencia?
Estou devorando uma barra de chocolate acredita?
Rsrsrsr.
Bjos achocolatados de verdade mesmo.

ONG ALERTA disse...

Num infinito de estrelas...paz.

Pérola disse...

Machado do céu q lindo o q tu me escreveu!!!!Eu amei,uma graça me deixou muito feliz.
Amei a sua postagem,sabe,eu amo as estrelas o q me entristece é q já ñ as vejo como antes.
A estrela é como o amor,ilumina nossas noites e nos banha de brilho.
Um beijo meu lindo.

Tânia regina Contreiras disse...

A estrela cadente me trouxe aqui. Fui seguindo o rastro brilhante que ela deixou e aqui dei de cara com ela: absolutamente linda. Desde de "ontens", amo os sonetos e gostei de ver a referência a ele lá no alto.

Abraços e parabéns!
Tânia

C@urosa disse...

Olá caro poeta, passei para uma visita e gostei muito de seu espaço poético, sensível e inteligente, espero poder voltar mais vezes.

paz e harmonia em sua vida,

forte abraço

C@urosa

Pérola disse...

Boa noite meu querido.
Suas postagens são lindas de fato e merecem toda à atenção.Pode ter certeza q é muito sincero.
Um beijo grande ok.

Amor feito Poesia disse...

A menos que me calem os anjos da noite,
terei eu sempre uma palavra de amor para distribuir,
não que seja eu a dá-la de mim a outros corações,
posto que não seria eu capaz de tal proeza,
porem estou certo de que Deus fala por mim,
não por ser eu digno de tal distinção,
mas por ser Ele, aquele que sempre me busca!

Santaroza


Boa Tarde.......Beijos & Flores!!

♥ Sussy* disse...

Wow! que linda eu amo tudo o que diz a sua poesia
palavras tão bonitas, tão cheio de amor como inspiração talento
Um prazer de ler e visitar seu Blog beijos.