terça-feira, dezembro 30, 2014

Canção Para o Ano Novo


Canção Para o Ano Novo


Felizes serão os dias desta vida:
- No jardim, um canteiro, nova flor...
Seguimos a vivência com vapor
A corrida será, enfim, vencida!

- Cantemos, glórias; - hinos sem medidas,
Sorveremos os ares ao redor!
- Com o arado nas mãos do lavrador,
No futuro teremos outras saídas!

Cada folha de luz para o meu povo
Terá nova fatia no mundo novo...
- Distante haverá encontros nas esferas!

De sorriso fugaz, no mesmo tom
Brindaremos a paz no único som:
- Avante! - Eis a voz da incrível era!...

Machado de Carlos

segunda-feira, novembro 03, 2014

Acordes da Noite

Acordes da Noite

Ontem registrei senha do meu escrínio...
Tive belos momentos dos teus ais,
Em todas as cadências do fascínio;
- Semeei... Semeei sementes nos portais...

Aquém do luar da face do menino,
e do vaivém pedindo sempre mais:
Houve marcas da pena; - Oh! - Divina!...
... E a voz vivenciou notas imortais:

Abarcamos mil sonhos nessa viagem!...
Sentimos os prazeres; - mais além...
... E aspiramos perfumes do jardim!

Degustamos partículas do som;
a alvorada foi nossa na amplidão...
- Caímos no universo até o fim!...

Machado de Carlos

sábado, outubro 18, 2014

Infinito Amor

Infinito Amor

Tua face não sai da linda loucura;
- São partículas da luz cristalina!
No resumo do olhar, doce menina;
Canto versos, canto tua ternura!...

Em síntese, tu tens a alma na Lua!
Recebo tua energia nesta rotina
Colho tua flor que sempre me ilumina
Recebo tua aura rica de candura!...

Nas belíssimas ondas do teu mar
Contemplo e vivo o adágio neste Luar
e sobrevoo com asas de condor.

Longe... sinto o tinir dos arvoredos
que libertam os mais raros segredos
da canção do romance multicor!...

Machado de Carlos


Enviado por Machado de Carlos em 18/10/2014
Código do texto: T5003723 
Classificação de conteúdo: seguro






quarta-feira, outubro 01, 2014

Viagem Estelar

Viagem Estelar

Em sonhos e em delírios; - Ah, cavalgas...
... achas nos lençóis, o campo seguro...
Nas madrugadas buscas o amor puro;
Tudo é perfeito na planície alva!

Beijos transcendem luzes; - Fogos d´alma!...
Transpomos as barreiras deste escuro,
Seguimos de mãos dadas ao futuro
com galopes e brilhos das grinaldas...

Miro teu corpo de luz a sorrir...
Degusto cada gota do elixir!
Sinto o teu toque de amor; - Um açoite!...

Vivo os segundos da rara alquimia...
Canto versos e versos da ousadia
... Avançamos sob o manto da noite!...

Machado de Carlos

As Flores das Quimeras


As Flores das Quimeras


Quando as vozes ecoaram dos cristais
houve vidas, saídas, da ficção...
... e as rosas de pelúcia da ilusão
se perderam no mundo dos mortais!...

... e a cena congelou de vez!... – Jamais
concatenou o palco da emoção!
A estória vaga (lúdica noção!)
se dissipou nos mares das vogais...

Os gritos prometeram utopias
guardadas nos invólucros vazios...
... e a procela os levou do mundo real!

O amor foi o longo tédio da ventura; -
chegarão; - os alívios da loucura!
será o fim do intenso vendaval!

Machado de Carlos

Nesta Noite...

Nesta Noite...

... ao som da sinfonia... e voz inebriante,
relembro as nossas horas de perícias
de quando nos perdemos nas delícias!...
- Ah, pele nua coberta de diamantes!

Trocamos mais de mil beijos arfantes
aos toques dos teus dedos de carícias,
e, descobri os segredos da relíquia!
- Viajei no mar de relvas verdejantes!

Vivemos cada nota da canção
que nos levou à outra dimensão...
- Contemplo ainda o teu riso de marfim...

Senti o sabor dos teus lábios vermelhos;
muitas vezes, beijei... - Ah, os teus cabelos
mergulhados no mundo de cetim!...


Machado de Carlos

Tempo de Amor

Tempo de Amor

Havia luzes nas noites da alegria,
registrando, então, uma nova sorte...
Seguimos, juntos, para o rumo norte ...
e mergulhamos no mar da poesia...

Escrevemos aquela sinfonia; -
nas notas; marcas de sangue do corte...
Aflito, senti a lança; - Triste morte!...
Debalde, tento entender a agonia...

Busquei o encontro da chave do tesouro,
ao mergulhar naqueles trilhos de ouro...
Inda ouço a voz: - Ah, nunca, nunca mais!...

Mas a maré revive: - Vai, vai e vem,
golpeia perspicaz, e, parte pro além:
- As experiências ficam nos portais!...

Machado de Carlos

Alegria de Viver


Alegria de Viver

Das relíquias, dos sonhos desta pena
ouvi teus cantos; sons das madrugadas:
Sambamos nos acordes da sacada,
senti raros perfumes de açucena!

Sorvi o gosto do teu corpo moreno,
carreguei os teus fluidos pela estrada...
Declarei-te Amor, minha Namorada;
- Já esculpi o teu nome no meu emblema.

Na nave, Flor de Lis, tu és meu remédio
que sublimou as nuances do meu tédio.
Suguei a taça; - Teor da melhor vinha,

e, vi a dança no palco do arrecife
Tudo foi real na alquimia da planície;
- Vivo... - Canto teu hino, Nobre Rainha!

Machado de Carlos

sexta-feira, maio 09, 2014

Sonho de Brisa



Sonho de Brisa

... ela chegou com mil garras de fera;
com o sofisma que me deixou mudo.
Além da realidade, além de tudo
beijei todas as flores das quimeras.

... e os versos se perderam na atmosfera,
transformados em sedas do obscuro,
mas a história teve fim, contudo
ainda pousei na frieza daquela era.

... e as cores flutuaram na ventania,
perdi as nuances do quadro da alquimia
montado num castelo sem igual.

Silente e embasado na razão,
nos átomos inertes da emoção,
morri nos bastidores do cristal.

Machado de Carlos

Enviado por Machado de Carlos em 03/05/2014
Reeditado em 05/05/2014
Código do texto: T4792903 
Classificação de conteúdo: seguro

Mas o Vento...




Mas o Vento...


O amor vem sorrateiro,- Oh!... - alucina
o âmago com sua única canção;
faz sentir o ferrolho da emoção,
e lá do alto uma rosa se ilumina!

Por que tanta tristeza nesse clima
que desvanece o tempo sem ação?
As cicatrizes ficam na amplidão
à procura da luz mais cristalina!

Quantas e quantas horas de carícias; -
são lembranças das ternas, - Oh!... – malícias...
... dos momentos de ouro a refulgir?!

Que seja nova página virada,
seguirá novo encontro, noutra estrada;
redenção surgirá, lá no porvir!...

Machado de Carlos


Enviado por Machado de Carlos em 22/04/2014
Código do texto: T4778040 
Classificação de conteúdo: seguro

Relâmpagos do Amor



Relâmpagos do Amor

Quando chegaste, livre e solta ao mundo,
urgida à inolvidável luz do Céu!
-Aticei-me feliz ao incrível véu,
reconheci-me num sonho profundo!

Enlouqueci, Minha Alma, num segundo;
não mais me vi no mesmo fogaréu.
Tive toques, galopes dum corcel,
amanheci, voraz, no meu submundo!

Exaltei às esquinas da alegria...
Quis beijar tuas maçãs, Ó, Estrela Guia: -
... Única face do meu vendaval!...

... Assim foi o lançamento da jornada: -
Toquei mil sons à ti, formosa Amada: -
( - Reconheci-te, Espírito Imortal!...)

Machado de Carlos

Enviado por Machado de Carlos em 22/03/2014
Reeditado em 22/03/2014
Código do texto: T4739546 

segunda-feira, março 17, 2014

O Dia da Flor


O dia da Flor

Viveste, sem alarde, além desta era!...
- Imerso nas alturas com tua mão,
Na loucura cheguei à tua ascensão
- Trêmulo... Viajei na linda floresta!

Quisera sentir o sabor da festa: -
Única, mergulhada... - Ah, melhor som!
Atravessei os oceanos da paixão,
Toquei todos os sinos das quimeras!

Recitei, refleti... - Versos do epílogo...
O ouro encontrou o teu beijo de fogo;
- Mulher, Mulher; a tua alma me seduz!

Acariciei a tua pele de maçã,
Remanesci aos raios da flor da manhã
- Caminho feliz na cor da tua Luz!...

Machado de Carlos

Enviado por Machado de Carlos em 17/03/2014
Código do texto: T4732777 
Classificação de conteúdo: seguro

domingo, março 16, 2014

Sonho de Amor



Sonho de Amor

Miraculosamente, a madrugada
arrebatou a minha alma de plebeu.
Reconheci-me na Lira de Orfeu:
- Incrível a hirta música enluarada!

Ambicionei tua face iluminada!
Grafei a poesia no belo camafeu,
reconheci teu corpo, nu, no breu...
... E a luz mostrou tua pele; - Minha fada!

Guardo os lances e os raios; - Rainha do Sol!
O Orbe teve a pureza e a luz do lençol,
- Revivemos o tempo multicor!...

Inda tenho as mil gotas do perfume;
O teu lenço é a lembrança do teu lume
...! Revigorando as rosas do teu amor!

Machado de Carlos

Enviado por Machado de Carlos em 14/03/2014
Reeditado em 15/03/2014
Código do texto: T4729134 
Classificação de conteúdo: seguro

Perdido no Espaço




Perdido no Espaço

Nesta torre construída com maestria:
Eu, - senil, e com a alma de menino
ultrapassava as pedras cristalinas...
... E ela chegou à nuvem da alegria!...

Fui. Não parei. No mundo da utopia,
cambaleante, nas curvas do destino...
Bebi a soma dos cálices do vinho: -
... E Ela?! - Feita de versos, - Sem poesia!...

Relembro noites e noites da Rainha;
A nau afundou ao extremo! - Ah, fim da linha,
quando eu cantava a última seresta!...

Pervertido nas luzes do lençol,
o amor estourou a flor dos raios do Sol; -
... e o Universo era só; - De rica festa!...

Machado de Carlos

Enviado por Machado de Carlos em 01/03/2014
Código do texto: T4711414 
Classificação de conteúdo: seguro

segunda-feira, fevereiro 10, 2014

Valsinha


Valsinha

Inda ouço a tua voz; - tua linda canção
A saudade me faz chorar baixinho...
As notas moram na mesma emoção,
Guardo o teu riso na chama do escrínio!...

- Sonho!... - Tu me esperavas no portão...
feliz sempre; - eu chegava de mansinho,
beijava, longamente!... - Ah, tua mão! ...
- E vivia o teu amor, aqui, pertinho!...

- Revigorei, em tua pele; - o maior tesouro!
tenho os momentos reais, Ó, luzir d´ouro,
- vivencio os perfumes dos florais!...

Nas nuvens estão as marcas; - doce mel...
- que emitiu a mensagem para o céu;
... e os Anjos cantam lindos madrigais!...

Machado de Carlos

video

terça-feira, janeiro 14, 2014

Promessas de Amor


Promessas de Amor

Naquela noite disseste; - Eu te Amo!
Então fotografei o nascer do Sol.
Todos os dias eu tinha o Amor Maior
com os raios do Astro se modificando!

Com o tempo fiquei só, contemplando...
... sentindo o caminhar do caracol...
As tuas palavras... (já as tinha de cor),
- passava os momentos só cantando!...

Hoje, inda vejo o Sol no fim do mundo...
ele guarda os segredos mais profundos
que certa vez, fez parte de mil horas...

À noite vislumbro a Lua; - Ela sorri
e desvenda os sonhos do colibri,
com faíscas perdidas no canto afora!...

Machado de Carlos

Enviado por Machado de Carlos em 13/01/2014
Reeditado em 13/01/2014
Código do texto: T4647698 
Classificação de conteúdo: seguro


video

Noite de Amor


Noite de Amor

Boa Noite, boa noite, Ó, doce princesa;
beijo o teu lindo e quente batom rubro
e , viajo neste farto corpo lúmen
tenho a tua câmera, Ah, íris turquesa!...

Viajo neste Universo de beleza!
Tu és a luz deste imenso!... Deste escuro;
tenho o teu olhar, teu prazer, teu tudo.
- Boa Noite, boa noite! - És a maior riqueza!...

Durma, durma, boa noite doce amor!...
Tenhas em teus cabelos, bela flor
com as pupilas; - Todas cristalinas!...

Tenho as músicas nesta madrugada;
Será maravilhosa serenata,
- Beijo-te!... (- Beijo!... - Durma, Ó, menina!)

Machado de Carlos

Enviado por Machado de Carlos em 11/01/2014
Reeditado em 12/01/2014
Código do texto: T4645856 
Classificação de conteúdo: seguro

sexta-feira, janeiro 03, 2014

Ano do Amor


Ano do Amor

O castelo marcou o fim de uma safra,
era o néctar do verde; - raro vinho!
Lindos corpos dançaram nos cantinhos
Rituais fitaram na magia da praia!

Ouviram notas máximas das cítaras
nos momentos de clímax; dos carinhos!
... quando os pares viviam os torvelinhos,
e, iniciavam, novas vidas na seara!

Naquela vibração havia ternura
Os enlaces brilharam, Oh, almas puras!
recebendo os incríveis Sóis do blues...

... e germinaram na Terra; o Céu do amor...
Naquela mera explosão ímpar (tom da cor):
- Os seres se abraçaram!... - Nova Luz!...

Machado de Carlos

Partículas de Um Amor


Partículas de Um Amor

Ela chegou com sua lógica e magia
os pássaros alvoroçavam o álamo
então as flores disseram à récita;
- Oh, “Butterfly”, tu és incrível ícone!

...Cantaram, numa só voz a grande ária
e a silhueta veio; Ah, com toda graça
Começou a vida marcada na rósea.
... e os versos ritmaram; - Voz elétrica!

Beberam a canção; -Soma da glória
Inéditas gotículas do oásis
- Ah, ternuras das ondas do meu rádio!

Distante morava o amor duma ilha
feliz viajando ao mundo azul da órbita
- Canta verso; - O teu translúcido amor!

Machado de Carlos

Um Natal de Jesus


Um Natal de Jesus

Tilintam sinos das estrelas reais:
- Vivei a força dos tempos mais dourados!
Ele distribuiu as cifras cantadas,
e, os filetes cintilam nos cristais!

- Ah, corações das luzes imortais!
E, Ele, ali, iluminando; - Incrível halo,
ao milênio; energias do Seu Retrato
nas ceias; - Magias de todos os Natais!

Anjos cantam no Céu, encantos da festa,
aos sons dos mil violinos! Reis da orquestra
jorram gotículas no quebra-luz!

- Eis a mensagem para o Mundo Novo!
Vivamos esta união; - O amor dos povos!
- Oh!... - Sigamos a Prece de Jesus!...


Machado de Carlos

Tatuagem


Tatuagem

... da pauta e do grafite saiu o arminho
fantasiado no tempo do sertão,
(dos plexos e das luzes do porão),
revigorou num cálice de vinho!

Do sulfite nasceu a rosa do ninho
E o imenso jardim no rico creiom!
Foram incríveis; - faces da visão!
Havia felicidade no cantinho!

Quantas luzes e sombras na paleta,
nas pilastras do grande, Ó, Planeta!...
... e o Sol aplaudiu os olhos tão risonhos...

O Astro cantarolou, Ó, ondas do mar!...
... e a menina sorriu ao versejar
nas marés dos eternos; - Lindos sonhos!...

Machado de Carlos

Uma Viagem Celeste


Uma Viagem Celeste

Vem, preciso de ti... Noites e noites... 
Nunca esqueço das horas; ─ Nossas farras! 
Inda tenho as mil marcas das tuas garras 
─ Guardei os apetites dos açoites... 
  
Na história;  ─ Dois corpos, no breu, afoitos 
Acenderam os pavios da Lua clara! 
... e cantávamos o "Tema de Lara" 
na incrível cena de amor; ─ Beijos loucos!... 

... Lindo "strip-tease" ao som; ─ Rico bolero, 
fomos astros do Céu, no mundo eterno... 
Saboreamos os cálices do encanto!... 

Vivemos, na safra:  ─ O melhor da festa... 
... ecoaram hinos;  ─  Vozes da floresta... 
... e aos ouvidos!...  ─ À récita de: ─ Eu te Amo!...

Machado de Carlos