quarta-feira, maio 05, 2010

Minha Musa, Meus Olhos!...



Por séculos ficaste no cristal;
Vieste pra mim miraculosamente,
num jato de luzes!... Jeito silente,
do arranha-céu, do espaço virtual!...

Avancei o limite do tempo real;
Amei teu corpo minuciosamente!
Dei-te o prazer da minha carne quente!
... e tu me chamaste de Magistral!

Ah! Teus cabelos!... Um raro "shampoo"!
Adorei teu corpo todo nu,
enquanto caía a chuva prateada...

Chorei muito a tua partida, meu astro!
Hoje fito as estrelas do espaço!...
Bem sei que tu voltarás da jornada!

Machado de Carlos

Publicado no Recanto das Letras em 27/04/2008
Código do texto: T963820

14 comentários:

*lua* disse...

Um belo dia para ti amigo!

E uma grande noite estrelada mais adiante, talvez possa reencontrar tua musa tão esperada!!!

abraços

Tânia regina Contreiras disse...

Nossa, muito bonito. Se deixar, fico por aqui sonetando com os olhos o tempo todo. E uma musa é e será sempre uma musa!

Abraços

Mila disse...

Lindo, lindo!
Adoro seus poemas com línguagem conteporânea, é gostoso de ler.
Bjs
Mila

Valéria disse...

Poxa!!!
Com palavras assim, eu jamais sairia de perto. Lindo!!

BeijooO'

Luciana disse...

Oi Machado

Tdo bem contigo?

Parabéns pelas belas postagens

Bjs e uma ótima tarde

Lu

Zélia Guardiano disse...

Divino!
Parabéns!

Um abraço

Pat. disse...

Lendo seu lindo poema, lembrei-me destas palavras de Mário Quintana...

Se as estrelas estão distantes, não é motivo para não querê-las...

Beijo!

Poesia...Poesia disse...

Olá........

Se a rosa falasse diria:
Nasci entre espinhos
mas agradeço todas as manhãs
o beijo do sol
que embeleza minhas pétalas,
as gotas de orvalho
que mantêm verdes meus galhos.
E você? agradece a quê?

(Sirlei L. Passolongo)


Beijos & flores! Linda noite prá voce!

Amor feito Poesia disse...

Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar essa pessoa de nossos sonhos e abraçá-la.

Clarice Lispector

Forte abraço prá voce.....Boa Noite!

Wanderley Elian Lima disse...

É triste quando o sonho acaba, o que nos resta é esperar que a magia comece novamente.
Abração

REGGINA MOON disse...

Machado,

Que lindo!!

Voce escreve divinamente, e sabe expressar romantismo na dose certa, sempre exaltando o amor e as dores de uma saudade...a esperança do retorno...

Parabéns!

Grande beijo,

Reggina Moon

♥ Sussy* disse...

Que palavras bonitas escritas com tal sentimento,
Adoro ler seus poemas tão bonita, tão profunda e sensual
Obrigado por Compartilhar
Deixo um beijo de despedida.

*lua* disse...

Olá amigo!!!

É com muito pesar que venho trazer solidariedade neste momento de amargura e dor ... de um algoz chamado Flamengo!!!

beijos

M@ria disse...

Mês de Maio, mês das Rosas
Foi em Maio que eu nasci
Aquelas rosas cheirosas
Que eu comprava para ti

Que eu comprava para ti
Até ficava vaidosa
No mês de Maio eu nasci
E não tenho nome de rosa

E não tenho nome de rosa
Nem de qualquer outra flor
Se o meu nome fosse Rosa
Era a rosa do meu amor

Era a rosa do meu amor
Queria-o sempre ao pé de mim
Se eu fosse uma flor
A minha casa era um jardim

D.A

Beijos perfumados neste dia! M@ria