sexta-feira, maio 21, 2010

Cavalgada


Cavalgada

Lá na alcova estelar de jade,
a lua iluminou o instante!...
Cantei a canção mais inebriante...
E imitei a pose do vate!

Releio frases – o pranto me invade!
Declaro um amor estonteante;
assim foi aquela noite brilhante!...
Atiro-me ao sonho: - é saudade...

Demoli um amor mesmo incerto;
relembro cada sílaba do verso,
e enamoro a peça cor lilás.

Cultivo o escrínio; raro vinho
antigo: lembra a pele de arminho!
- lanho-me ao romance fugaz!...

Machado de Carlos

Publicado no Recanto das Letras
Código do texto: T1390758

24 comentários:

Machado de Carlos disse...

Escreveram-me no “site”

http://recantodasletras.uol.com.br/autor.php?id=1487

03/02/2009 18:51

- Marta Cosmo

CAVALGADA Eis que agora sigo, retomo meu cavalo. Seu nome é Destino: vibrante ser alado Que a muito me esperava cansado Mas parara para viver um amor antigo Que ora parece apagado, adormecido Contudo parto e o meu caminho É o deserto, o sertão, as serras, As matas, as praias, o infinito: eu decido. O oráculo me chama e toma minha mão Cavalgarei contra o vento na rapidez da luz Levo apenas a veste tecida de ilusão Nos cabelos reluzem as flores da paz No meu peito um buraco, um vazio, Pois meu coração e o teu... Nunca mais...

23/01/2009 11:57

- erikapoetisa

Intensa cavalgada,as imagens se eternizam em ritmo lento e profundo.Abraço (Érika)

18/01/2009 18:48

- Ciganita

Lindo soneto..voce é o rei dos sonetos.. adoro te le.. beijos soraia

18/01/2009 03:14

- Ana M M Souza

A saudade que se revela na calada da noite... Belíssimo soneto! Beijo.

"Cantinho Poético" disse...

Vou cavalgar por toda a noite
Por uma estrada colorida...lindooo

To pasando...to passando... e deixando
Beijinhos e BOM FDS! M@ria

Tânia regina Contreiras disse...

Ah, e bem vi aqui uma peça da cor lilás...algo íntimo, como o Roxo-violeta! rsr

Sempre bem-cuidado seu espaço, textos e imagens.
Abraços,.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Machado
Passei para ler seu novo poema, gostei muito, e lhe desejar um ótimo fim de semana
Um abraço

Mila disse...

Olá!
Linda tua poesia...
Parabéns!
Bjs de Bom Fim de Semana!
Mila

Caminhos Poéticos disse...

Vim trazer-te o aroma das flores!
A pureza cultivada na essência da vida,
Os pensamentos mais nobres do vérbo do amor,
Carregados de grandeza da mais pura nitidez,
Os encanto dos caminhos, da mais pura alma,
Em palavras e sensibilidade, de uma poesia.
Em um cantico coberto de grande sabedoria,
Carregadas de simples, palavras de emoção,
Trazidas com carinho do fundo do coração,
O carinho mais profundo dos amores,
Em palavras de plenitudes e virtudes,
Do criador...

Ademir-Alves

Bom final de semana com amor e poesia... M@ria

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bela cavalgada! A sua resultou num encanto. Lembrou-me um tanto Álvares de Azevedo. Adoro os seus poemas românticos.
Desejo-lhe muita sorte também.
Meu querido, pode fazer um favor por mim? Estou acompanhando o seu Blog coletivo - não peço nada em troca, não é essa a questão - é que eu queria acompanhar mais poetas, o Jeff, o Ulisses, que desistiu de mim, e me encantei com o blog. Num primeiro momento, passei a acompanhar só o Jeff. Mas achei por bem acompanhar muitos do que apenas um. O favor é você dizer isso por mim a ele.

É assim. Todos se confundem e todos carecem.
I love you*

Perguntei a um sábio,
a diferença que havia
entre amor e amizade,
ele me disse essa verdade...
O Amor é mais sensível,
a Amizade mais segura.
O Amor nos dá asas,
a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho,
na Amizade compreensão.
O Amor é plantado e
com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida
companheira.
Mas quando o Amor é sincero
ele vem com um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta,
ela é cheia de amor e carinho.
Quando se tem um amigo
ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem
dentro do seu coração.

William Shakespeare

Bons dias.
Renata

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

ENTRE NÓS* HOJE, FOI SÓ LEVEI TIJOLO EM CIMA DE TIJOLO. JÁ HAVIA RESOLVIDO A QUESTÃO E VEM UM SER E DESPEJA TUDO E DIZ QUE NÃO PUBLICARIA MEU COMENTÁRIO, POIS * FOMENTAVA A DISCÓRDIA* - OCORRE QUE EU TENHO O COMENTÁRIO - SÓ NÃO JUSTAMENTE PARA NÃO FOMENTAR A DISCÓRDIA. MAS O QUE ELE DESPEJOU EM MIM, ESTÁ PUBLICADO. o QUE ELE LHE DIZ? AJUDA. UM AMIGO COMUM, TINHA NÃO PUBLICOU UM COMMENT MEU QUE NÃO IA MUITO LÁ COM O POST DELE. OCORRE QUE EU DEFENDO A LIBERDADE DE EXPRESSÃO, NÃO SÓ MINHA, COMO DE TODOS. E É ÓBVIO - NÃO SOU PRECONCEITUOSA, MAS TENHO MUITO TATO, PELO FATO DE SER QUASE CEGA, E SEI QUE UM/UMA HOMOSSEXUAL QUASE SEMPRE FICA AO LADO DE UM/UMA HOMOSSEXUAL DO QUE, NO CASO, UMA HETEROSSEXUAL, EU.
SAIO CHORANDO.

REGGINA MOON disse...

Machado,

Vim aqui ler o seu poema, lindo demais, e te desejar um bom final de semana meu amigo Poeta!!

Um grande beijo!!!

Reggina Moon

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bom Dia, meu querido amigo!
Beijos
Renata

Sandra Botelho disse...

Lindo como todos...
Bjos achocolatados

Pérola disse...

Bom dia meu amado.
Eu sumi por justa causa,estou fazendo um curso obrigatório aqui na minha região portanto estou chegando mais tarde do q eu previa.Ñ tenho tido tempo de entrar meu querido.
Mas o curso é de 40 horas logo vai acabar e voltarei com força total.
Amei o poema,creio q a nossa vida nada mais é q uma cavalgada o bom seria montar no cavalo certo né meu querido.
Beijos mil....
Parabénssssssssssssssssssssssssss

Poesia...Poesia disse...

Estrelas mudam de lugar
Chegam mais perto só pra ver
E ainda brilham de manhã
Depois do nosso adormecer

rsrsrs.......Bom dia e feliz Sábado

Poesia...Poesia disse...

Quero apenas cinco coisas.
Primeiro o amor sem fim.
A segunda ver o outono.
A terceira o grave inverno.
Em quarto lugar o verão.
A quinta coisa são teus olhos.
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser… sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que:
Continues me olhando."

Pablo Neruda

Beijos poéticos e perfumados neste Sábado! M@ria

M@ria disse...

Hoje te ofereço uma flor!

Aceita esta flor como uma oração elevada
aos céus, carregando teu nome, pedindo
que a luz de todas as estrelas se derrame sobre a tua Vida.

Aceita esta flor como se um pássaro fosse,
levando em seu bico a verde folha da esperança,
a semente de brancos e puros lírios,
para que vivas em eterna Paz.

Feliz Sábado com aroma das flores...M@ria

Amor feito Poesia disse...

semeie flores... colherá o perfume. semeie carinho... colhera amizade. semeie sorrisos... colhera a alegria. semeie a verdade... colhera a confiança. semeie a vida... colhera milagres. semeie a fé... colhera certezas. semeie o amor... colhera a felicidade !

Beijos perfumados e com muita poesia...M@ria

Pérola disse...

Pode sim meu querido.
obrigado pelo carino.
Beijokas

Pérola disse...

Corrigindo:Carinho
Beijokas

Pérola disse...

Machado muiiiiiiito obrigado ficou lindo!!!!
Eu fui lá rs.
Nooooosa nem sei o q dizer meu querido.
Posso postar?
Fiquei felizzzzzzzzzzzzzzzzzzz.
Lindo poema,parabénssssssssssssssss.
Beijos.

Pérola disse...

Como eu faço para copiar a foto?
Eu fui lá mas ñ consegui.
Beijos

Sandra Botelho disse...

Me assanha com chocolate e depois diz que só tem um pedacinho...
Se começo não paro...Uma barra é pouco...Rsrsrsr
Quero, quero, quero....
Bjos achocolatados

Pérola disse...

Estou esperando a foto rs.
Beijokas.

Úrsula Avner disse...

Olá poeta, lindos e melodiosos versos que teceram um poema lírico adorável ! Tu és poeta sim e dos bons... Um abraço e obrigada pelo carinho lá no meu cantinho.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Boa noite, querido.
Não deu pra vir antes.
I love you*****



Flores do amor

Poema da Renata






Sai de cena o frio, entra a primavera.


O sol num riso límpido não tardou


a dar vida e colorido à esfera.


A terra é tatuada de luz e cor.






Na planície azul dos corações


uma nuvem branca se derrama


sobre os rubros botões das emoções,


cingindo de brilhos a densa rama.






Pássaros com asas de serenidade


galgam o mais alto da imensidade


e os desejos de amor vão se elevando.





Nos negros olhos da amplidão, subindo,


raios de luz que a terra vai vestindo,


e a flor do amor no peito fecundando.

Beijossss