sexta-feira, março 16, 2012

Cantiga de Amor


Cantiga de Amor


A grande dona com os olhos meus,
sorridente na casa em que moro;
Flor do jardim, ai, ai, como a adoro!...
mas sem dizer grafou eterno adeus.


Chego a Voz, suplico-Te, Ai Deus!
Derramo louco pranto; - eu Te imploro;
há tempos, caio em mim, minha tez cora
Peço-Te; - leve-me aos braços Teus!


Mostrai-ma; - ela é tão linda! Formosa!
Preciso beijar sua encantada rosa,
Cujos espinhos sangram meus cortes...


Quero tocar corpo, fecundo,
Se não tocá-la; meu eu, meu tudo
Peço-Te; - Dai-me a santa; - ó morte!


Machado de Carlos

31 comentários:

Marcia disse...

Nossa meu querido que forte e lindo soneto,parabéns!Bom fim de semana!

rosa-branca disse...

Olá amigo Machado, linda cantiga de amor que é quase(se é que não é) uma súplica. Mais um maravilhoso soneto com tanta beleza. Engraçado meu amigo, posso dizer-lhe que nunca fiz um soneto e admiro muito quem os faz tão belos. Adorei. Beijos com carinho

Orvalho do céu disse...

Olá, Machado
Eu também já pedi a morte... como me caiu bem o seu poema... e como compreendo o sentimento do coração do poeta desencantado!!!
Abraços fraternos de paz

Lorena Viana, disse...

Poeta que sensibilidade!
Que amor veraz e ardente.
Um lindo a abençoado final de semana.
Um enorme beijo!
Lorena Viana

Laysha Vampira disse...

Que bem me fazes aqui retornar,
ausência não significa esquecimento.

Perdoe-me a falta.

Beijos sangrentos da vampira Laysha.

Magia da Inês disse...

Mesmo desencantado... a morte nunca vale a pena!...

º°❤ Bom fim de semana!
°º✿ Beijinhos.
º° ✿ ✿⊱╮Minas.

Everson Russo disse...

Preciso beijar tua encantada rosa,,,simplesmente lindo isso,,,um acorde de amor, versos que trazem paz e germinam num jardim de sonhos...abraços de bom sábado.

Sherazade disse...

Meu amigo querido; essa dor fere, corta a alma e nos faz vibrar na sintonia da tristeza que nos abate. Mas nos leva a escrever do fundo da nossa alma, como esse lindo soneto!
Bom domingo! Beijos

Desnuda disse...

Querido Poeta,

Quanto lirismo! Lindo soneto.


Beijos com carinho e bom domingo.

LUZ disse...

Idade Média, época de trevas, que o amor não sentiu.O amor é tão contemporâneo! E cada vez mais.
Que realize seus desejos líricos e não só.

Bom Domingo.

LUZ disse...

Tem razão. Estamos, de acordo
Amor impossível é encantador.
Sim, há os fios, a Tecnologia, mas se ela não conseguir chegar ao coração?
Ficamos pelas Letras. Está lá, escrito, não dá para negar.
Presença, corporização era âmago, mas, depois terminaria a magia, o encantamento, não?
Vou deixar de ler Platão, e, talvez pegar uma mão, a sua, não?
Que confusão!

Elen Abreu disse...

Queria alguém que escrevesse assim para mim, nossa, amo! Beijos meu querido

Everson Russo disse...

Uma bela semana pra ti meu amigo...abraços.

Sandra disse...

Hoje é domingo e venho lhe fazer uma visita bem especial. Agradecer pelas visitas que fizeste ao blog. Agora só posso retribuir nos finais de semana. Tenho um pouco mais de tempo.

Gosto das Pessoas que são Gente muito Espciais.

"Gosto de Gente que ama e curte saudades, gosta de amigos, cultiva flores, ama animais.
Admira paisagens, poesia e mares.

Gente que tem tempo para sorrir bondade, semear perdão, repartir ternuras,
compartilhar vivências e dar espaço para emoções dentro de si,
emoções que fluem naturalmente dentro de seu ser".

Um grande abraço bem Especial para Ti.
Sandra

Olhos de mel disse...

Querido amigo; nesse soneto belissimo, vejo um coração cheio de sofrimento e dor. Mas também um ser carente, que necessita de amor.
Boa semana! Beijos

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo e uma semana repleta de poesia...abraços.

Vivian disse...

Bom dia,Machado!!

Puxa...que intenso soneto!
Um amor que trasncende o ser,quer misturar-se, senão não quer viver...nossa...lindo demais!
Beijos meu amigo!!E vamos começar a correria da semana!!rsrs

Bandys disse...

Primeira vez aqui,
Muito lindo.

Parabens.

Lorena Viana, disse...

Meu poeta passando para desejar Uma maravilhosa semana, cheia de bons sentimentos.
Beijinhos no coração.
lorena Viana

Tabuleiro Chic disse...

Nossa que lindo soneto!!! Adoramos!!! Beijinhos e apareça no TC, para conferir as novidades!!!

Toninhobira disse...

Uma inspiração feita de espinhos e lagrimas que mas se parecem um jorrar de sangue.Uma melancolia fruto de um adeus,que voce belamente construiu amigo MAchado.Belo trabalho e bela semana amigo.
Meu abraço de paz e luz e que o amor não nos abandone e a poesia faça festa em seu coração.

Sandra Botelho disse...

Maravilhosamente lindo e concordo com Marcinha, Forte...
Bjos achocolatados

Evanir disse...

Parabéns para nos que tanto carinho temos pelas nossas amizades
quantos vezes mesmo cansados procuramos de alguma forma acarinhar
nossos amigos(AS).
Na verdade ao longo do tempo fez nossa amizade crescer
hoje somos como irmãos .
Uma verdadeira nação de blogueiros unidos no amor.
Um beijo carinhoso pelo nosso dia.
Que muitos anos possamos comerar cada vez mais unido essa Dia.
Carinhos meus.Evanir..

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Machado. Lindo, forte e expressivo.
A sua amada está em ti, assim como você está na sua amada, com muito prazer, profundidade E ENCANTO.
AMOR ASSIM É PARA SEMPRE, TEM RAIZ!
Um beijo na alma, e fique na paz!

Smareis disse...

Simplesmente maravilhoso essa cantiga de amor.
Um abraço e ótima semana.

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo poeta...abraços fraternos.

ValeriaC disse...

Que amor mais intenso Poeta, amor doído, sentido no fundo do coração, da alma...lindo soneto.
Beijos,
Valéria

Lorena Viana, disse...

Meu poeta, me amigo, que me inspira! Fico encantada com tuas palavras, acho que existe um estado chamado: ENCANTAMENTO. Onde nossa alma eleve-se e para no tempo, admirando tamanha beleza entre as combinações de palavras!
Então, fico nesse estado de ENCANTAMENTO com suas belas palavras e seus belos sonetos.
Tenho que dizer que fiquei honrada e louca de felicidade por ter ganhado um presente, que pra mim é um dos mais valiosos, carinho em forma de palavras!
Tenho que guarda cada letrinha sua, no espaço chamado coração.
Te adoro, te admiro...
Um doce fim de semana!
Um beijo enorme.
Lorena Viana
pequena-prendiz.blogspot.com

Vivian disse...

Bom dia,Machado!!!

Pois é meu amigo...mais uma sexta!!Estou achando que o tempo resolveu passar voando!!!rsrsr
Mas vamos lá!
Beijos pra ti amigo poeta!!!
Bom final de semana!

Livinha disse...

Olá meu querido amigo,

Acabo de comentar num blog meio a andança a dificuldade que se tem
de falar do adeus
palavrinha difícil que exige, explora o que a gente tenta não aceitar...
Mas como penso que por vezes existem palavras que existem como ser da propria tradução ao que se sente, como dizer que adeus é a entrega sem reclamar do que não nos pertence [a]deus...
Mas como sempre, sabes fazer dos versos tristes, o mais belo que se nos deixa a encantar... Tens a formula de fazer de um instante triste, um jardim com rosa por todo o lugar...

Meu amigo,
paz em tua alma e um lindo
dia a te abençoar...

Bjs

Livinha

Flor da Vida disse...

Hummm... Soneto magistral com um leve toque sensual que fascina e encanta!

Amigo, carinhos e beijos dessa tua fã.