terça-feira, novembro 11, 2008

Um comentário:

Olhos de Mel disse...

Aff, doce poeta! Foi profundo na emoção, escreveu com a alma e o coração... Fiquei emocionada com o carinho de seus versos, falando de um amor, que na alma ficou impresso.
Beijos