terça-feira, setembro 02, 2008

Outra Casa

Um comentário:

Olhos de mel disse...

Doce poeta! Me botou pra chorar, viu? Lindo, sublime! Me abriu os olhos, por as vezes falar de solidão. Quem tem fé nesse homem, pode se sentir sozinho? Desculpas, Pai te peço, ao ler esse poema, tão cheio de emoção!
Bom fim de semana! Muita luz, paz e amor!
Beijos