terça-feira, março 30, 2010

... e a canção continua

4 comentários:

Sandra Botelho disse...

Que lindo amigo.
Como consegue desenhar usando palavras em vez de pincéis?
Seus poemas são pinturas emoldurados por teus sentimentos. Amo ler vc.
Bjos no coração!

*lua* disse...

Olá bom dia para ti!!!

Lindo o que postou-me ... sim pessoas nos faz acreditar no brilho das flores e principalmente nos lembram de nosso próprio brilho ... só a dependência desse lembrar que pode nos fazer sofrer ...

beijos

Dica Cardoso disse...

Alegrou-me os teus comentários! Le lac du come é sim uma bela canção, ainda ontem a toquei... E recordei-me...
Sabe, no solo da minha alma as palávras são sagradas, ficam plantadas e a depender do cultivo criam sólidas e firmes raízes e tornam-se, em segundos, arvoredos seculares...
As tuas são onbras de artes, dignas de uma floresta-galeria particular!
desejo-te uma Feliz Páscoa e muitos chocolates1

Dica Cardoso disse...

Abraços no coração!