segunda-feira, março 29, 2010

Bailarina

4 comentários:

Felina Mulher disse...

Quie bela visão tiveste e tão bem soubeste descreve-la.....Lindooo!!!


Meu beijo especial pra ti.

Por que você faz poema? disse...

Certamente, tudo é belo e estranho.

Dica Cardoso disse...

Que belo!É impossível ser uma bailarina e não se enaltecer diante de tanta magnitude...Perfeito...Surreal!
O âmago do belo!
Abraços no coração!

Mulher na Polícia disse...

Me lembrei de um poeminha do Fernando Pessoa.

"Dorme sobre meu seio,
Sem mágoa nem amor...
No teu olhar eu leio
O íntimo torpor
De quem conhece o nada-ser
De vida e gozo e dor".

Boa semana!