terça-feira, março 03, 2009

Um comentário:

Olhos de Mel disse...

No silêncio se vive o mais doce e suave amor;
no silêncio a lágrima se faz sorriso e do sorriso vem a dor.
Saudade de uma paixão que distante
deixa o rasto de um perfume marcante...
Meu doce amigo, apesar da dor, fica a marca brilhante de seus sonetos... Beijos