sábado, outubro 18, 2014

Infinito Amor

Infinito Amor

Tua face não sai da linda loucura;
- São partículas da luz cristalina!
No resumo do olhar, doce menina;
Canto versos, canto tua ternura!...

Em síntese, tu tens a alma na Lua!
Recebo tua energia nesta rotina
Colho tua flor que sempre me ilumina
Recebo tua aura rica de candura!...

Nas belíssimas ondas do teu mar
Contemplo e vivo o adágio neste Luar
e sobrevoo com asas de condor.

Longe... sinto o tinir dos arvoredos
que libertam os mais raros segredos
da canção do romance multicor!...

Machado de Carlos


Enviado por Machado de Carlos em 18/10/2014
Código do texto: T5003723 
Classificação de conteúdo: seguro






4 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

O primeiro Soneto foi aquele que mais gostei. Não saberei explicar, mas encheu-me de muita ternura.
Existem frases que me encantaram.

Wanderley Elian Lima disse...

Bela coletânea.
Abraço

Helena disse...

Ao final, ficamos sem saber o que mais admirar, se os poemas delicados e tão expressivos ou as imagens a eles tão bem associadas. Tudo forma um belo conjunto que fica a nos dizer da tua sensibilidade de alma e de magia no olhar.
Que cheguem sorrisos e estrelas no teu final de semana.
Helena

Maria Rodrigues disse...

Um amor infinito é o que todos sonhamos encontrar. Lindo!
beijinhos
Maria