domingo, março 16, 2014

Sonho de Amor



Sonho de Amor

Miraculosamente, a madrugada
arrebatou a minha alma de plebeu.
Reconheci-me na Lira de Orfeu:
- Incrível a hirta música enluarada!

Ambicionei tua face iluminada!
Grafei a poesia no belo camafeu,
reconheci teu corpo, nu, no breu...
... E a luz mostrou tua pele; - Minha fada!

Guardo os lances e os raios; - Rainha do Sol!
O Orbe teve a pureza e a luz do lençol,
- Revivemos o tempo multicor!...

Inda tenho as mil gotas do perfume;
O teu lenço é a lembrança do teu lume
...! Revigorando as rosas do teu amor!

Machado de Carlos

Enviado por Machado de Carlos em 14/03/2014
Reeditado em 15/03/2014
Código do texto: T4729134 
Classificação de conteúdo: seguro

2 comentários:

Evanir disse...

A sempre uma esperança de dias melhores em nossas vidas
no entanto se não tiver fé nada seremos.
A sempre uma esperança mesmo quando semeamos paz por onde
passamos .
A sempre um futuro melhor e mais feliz
quando a humanidade entender que só o amor é capaz de
transformar o mundo.
Com carinho venho desejar uma abençoada semana
beijos no coração carinho na sua alma.
Evanir.
Obrigada por fazer parte da morada
que existe no meu coração.

Carmem disse...

Olá Machado. Há algum tempo não passava por aqui.
Eternizas o amor neste poema. Bonita e delicada maneira de viver as emoções.
Abço e boa semana