sexta-feira, fevereiro 27, 2009

Um comentário:

Olhos de mel disse...

Lindinho, a estrela de luz, se esconde em seus olhos e emana raios cintilantes em formas de versos... Li com verdadeiro encantamento, pelo carinho e beleza, vi seu brilho por entre as rimas desse belo soneto!
Beijos