quinta-feira, fevereiro 26, 2009

Um comentário:

Olhos de mel disse...

Doce poeta! Lindo, sonhador e cheio de ternura! Ah, sonhos maravilhosos, que trazem de volta o brilho no olhar...
Beijos