domingo, fevereiro 15, 2009

2 comentários:

Olhos de Mel disse...

Meu poeta preferido, porque tanta dor, em verso tão sofrido? para onde esse olhar se voltou, que em seu peito, essa dor deixou? Nesse soneto de sonhos perdidos, traz a beleza do amor e as lágrimas do pranto contido, a dor da espera de quem não deveria ter partido. Abra o coração, olha em tua volta, vê? Sempre há alguém a nossa espera, pra viver uma grande paixão...
Lindo poeta!
Boa semana! Bom carnaval!
Beijos

Anônimo disse...

Carlos...saudade infinitas de você.
Agonia em meu peito...tenho te procurado em toda parte.Espero que possas ler esta mensagem.Lembra se de mim?
Tua Paty,rs