sexta-feira, janeiro 16, 2009

Um comentário:

Olhos de Mel disse...

Doce poeta! Se tivesse que descrever em uma palavra o seu belo soneto, eu diria; encantamento! Lindo, profundo e apaixonado!
Beijos