terça-feira, outubro 08, 2013

Dia de Festa

Quando ela tocou o pé da casa branca;
- Cantaram nas marés do imenso rio!...
A festa se aplacou nas cantorias;
... E as águas?! - Explosão das mil ciganas!

A menina feliz; - Sorri, e, encanta

com voz que se alimenta nos vazios...
As púrpuras chegam e contagiam...
- De léguas ouvem-se a voz da ciranda!

Saltitaram os galhos de ciprestes!...

Inda hoje selou o hino mais celeste
com os galopes do grande corcel!

Guirlandas enfeitaram os portais,

venceram as rotinas dos anais,
e, olhares se encantaram! - Lá do Céu!...

Machado de Carlos



5 comentários:

Diná (Poetisa da Paz) disse...

Bom dia poeta! Vim te ver e saber de vc, e me deparo com um soneto que encantou olhos e alma!
ps: levando para meu blog,
Obrigada por tão linda leitura. Abçs!

rosa-branca disse...

Maravilhosos sonetos que adorei. Beijos com carinho

rosa-branca disse...

Maravilhosos sonetos que adorei. Beijos com carinho

rosa-branca disse...

Maravilhosos sonetos que adorei. Beijos com carinho

Diná (Poetisa da Paz) disse...

Bom dia poeta Machado! Aqui o link do seu soneto postado em meu blog:
Grata por me permitir a poostagem. Abçs!
http://compartilhandopoesias.blogspot.com.br/2013/10/dia-de-festa.html#links