sexta-feira, outubro 31, 2008

2 comentários:

Olhos de mel disse...

Oie lindo poeta! A distancia que consome o corpo pela saudade, é a mesma que mais une em espírito, pessoas que se amam. Tanto que lhe inspirou esse sentido, mas deliciosa poema!
Beijos

Olhos de mel disse...

Oie lindo poeta! A distancia que consome o corpo pela saudade, é a mesma que mais une em espírito, pessoas que se amam. Tanto que lhe inspirou esse sentido, mas deliciosa poema!
Beijos