terça-feira, agosto 19, 2008

Pétala

http://ilove.terra.com.br/autores/TEXTO.ASP?idpi=764

A rosa veio nas horas celestiais;
Emudeci ao contemplar os instantes!...
Indaguei o porque das luzes tais;
O coração respondeu saltitante...

Não merecia o perfume nos meus ais;
Perdi o tempo em que fiquei delirante,
Só sei que a rosa foi-se... Ah! Nunca mais...
Conto os astros à procura do encanto.

Lembro as frases d´amor que ela dizia;
Canto versos... Ah! Quanta alegria!...
E em lágrimas desfaço a solidão

Uma pétala ficou. Eis minha sorte;
Linda! – (uma parte que me conforta)
No sonho estelar... Encontro uma razão!...

Machado de Carlos
Publicado no Recanto das Letras em 19/08/2008
Código do texto: T1135113

3 comentários:

Olhos de mel disse...

Doce poeta: O encanto está em tuas palavras que permeiam teus escritos e os deixam tão bonitos!
Hoje coloquei o post, viu?
Beijos

Beatriz disse...

Aqui cheguei trazida pelas mãos da nossa querida Olhos de Mel, depois de ver publicado no seu blog um poema em tua homenagem.

Confesso que me assusta um pouco ler e comentar sobre a obra de alguém já tão consagrado no mundo literário. Para nós, leigos, muitas vezes 'metidos à poeta', fica-nos a sensação de que estamos numa seara sagrada e que devemos pura e simplesmente ler, encantar-se, e sair sem nada comentar (rs).

Mas quem disse que mulher (bicho intrometido por natureza) consegue ver alguma coisa (principalmente quando gosta muito) e sair 'de fininho' sem nada dizer?

Por isso aqui estou, me atrevendo, depois de ler muitos dos teus poemas, a falar sobre a impressão que me foi causada.

Sempre gostei muito desta forma de organização poética, o Soneto, e aqui no teu espaço pude apreciar este gênero espalhado em belas composições falando sobre o amor e toda a sua gama de sentimentos e emoções. São versos que nos prendem, que nos deixam cativos, que encantam o olhar, enternecem o coração e perfumam a alma, de uma forma única, verdadeira e sentida.

As imagens associadas se casam com perfeição aos belos versos, e até a forma como estão dispostos no teu espaço, se torna mágica.

Enfim, só resta dizer que passei aqui momentos muito agradáveis, e que pretendo voltar para continuar a absorver na alma a beleza da tua Poesia.

Deixo-te flores, também estrelas, e um punhado de sorrisos, num singelo agradecimento pelos maravilhas que aqui me foram ofertadas. Se permitires, também deixo um beijo no teu coração.

mundo azul disse...

Gostei do seu poema!!!

Beijos de luz...