sábado, agosto 16, 2008

Encontro Proibido

3 comentários:

Olhos de Mel disse...

Nossa lindinho! Você é demais, viu? Escreve com alma versos sentidos, poemas cheios de dor.
A vida, são tantos desencontros, no mundo, já tanta desesperança, que não se fala mais de amor.
Felizmente, em cada olhar de um poeta, uma flor que desperta, uma musa se faz canção.
Em meio a tantos versos tristes, palavras doces, que ainda persistem, em falar de emoção...
Lindo! Aliás como tudo que você escreve...
Obrigada pelo carinho de sempre!
As pessoas que não passam aqui, deixam de conhecer um maravilhoso poeta e suas divinas composições!
Beijos

Olhos de Mel disse...

Doce poeta! Inspirada nos comentários que deixo aqui, escrevi algo para ti, o qual deu o título de Aos poetas. Devo postar essa semana. POsso colocar seu link na postagem?
Beijos

Machado de Carlos disse...

Você é muito bondosa para comigo. Penso que tudo o que escrevemos têm caráter público. Sendo assim, fique à vontade para a sua publicação envolvendo o meu nome.

Só tenho que lhe dizer obrigado por tudo o que faz por mim!