quinta-feira, agosto 19, 2010

Entre o Vinho e a Espada (Livro de Amigos)



Solidão

Destaque do Livro dos Amigos:

Carlos Alexandre Molina Noccioli
Éber Inácio Ribeiro Júnior
José Elias Domingos Costa Marques


Ei-la, veemente, surge com seu manto
de púrpura na noite toda escura.
Ela, altiva, com cores de ternura;
O relógio não marca seu encanto!

O Astro Rei vem, volta, no entanto,
surgem na fronte rugas de torturas,
e, silente e surdo... Oh! Loucura:,
é a lâmina da morte sem o pranto!...

A mente desvairada obumbra,
e a alma jaz obtusa, na penumbra:
lembra da utopia como remédio.

A TV mostra o globo cor-de-rosa;
não existe o filme de outrora,
e, todo comercial é o mesmo tédio.


Machado de Carlos


Publicado no Recanto das Letras
Código do texto: T1345604

55 comentários:

Aleatoriamente disse...

Muito intenso em cima de seu poema reflito...
Bravura ou vice (verso).

Abraço.

Fernanda.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo de vi.ver! Parabéns, Poeta!
Um orgulho!
E como vai o amigo? Quero saber!!!
Beijo.

"Ser ou não ser Ao meu vi.ver, melhor fazer!


Ter mais vida pulsando para viver


Brindar todo dia ao magnífico presente


Aproveitar e fazer o melhor da vida


Que sopra ou se esvai de repente
Quadra da Renata"

Bom dia, Carlos!
Até já!

Valéria Sorohan disse...

O que te moves? O que te moves ao escrever? Sei lá.. tem tanto sentimento nos teus textos.. Um pouco de tristeza esse em particular.. Mas contraditoriamente a tristeza eu vejo nele tantas coisas que não consigo dar nomes de tão lindas...

BeijooO*

Everson Russo disse...

A solidão é uma fiel companheira,,,implacavel em momentos de madrugadas,,,belissimo seu blog amigo,,,abraços de bom dia pra ti.

Tania regina Contreiras disse...

Versos de solidão, amigo, mas com cores ternas!
Um grande abraço,

Luciana disse...

Olá Carlos

Obrigada pela visita e adorei o livro de amigos.

Bjs e boa quinta

Vanessa Monique disse...

VC q escreve?
Mt bom!E parabéns pros seus amigos pelo livro.

Eu te peço um favor,pra vc votar no meu blog no concurso q estou participando, é só clikr no logo q está na postagem ou na lateral.

Obrigada
@vanimonique
:*

REGGINA MOON disse...

Machado querido!

A Solidão, essa companheira que não pede licença...instala-se e transforma nossos dias, e ficamos sempre no aguardo de um dia, algo aconteça...que nosso amor apareça...

Belo soneto em linda apresentação!

Beijos,

Reggina Moon

Tania T. disse...

Perfeitas suas palavras... =D

Desejo pra ti uma ótima noite!!!

bjoO

Insana disse...

A solidao acompanhada de um livro torna-se mais pranda, um vinho mais leve, um doce menos amarga.

bjs
Insana

lucidreira disse...

Como já disse não sei versar, mais as palavras souam como estivesse absorto em uma solidão, só dispertadas com o tinlintar da taça ao encontro da garrafa do bom vinho.
Abraço.

Saozita disse...

Olá estimado amigo, lindo seu poema.
A Solidão é uma doença, do nosso Século e avança a passos largos, o tratamento é viver a vida, fazer amigos, trocar um sorriso e sobretudo amar.

Tem uma boa noite,

Bjs

Sãozita

Pérola disse...

Intenso seu poema.
Obrigado pelo imenso carinho.
O importante nisso tudo é que "NóS"amamos rs.
Beijokas e um abraço cheio de carinho.
Uma noite de paz e de muitos sonhos.

♥ Sussy* disse...

poeta amado

Que prazer ler seus poemas tão belos e
Envolvidos na poesia
Eu realmente gostei deste poema

Deixo-lhe um beijo e um grande abraço.

maria disse...

Oiê, estou aqui diferente, mas euzinha.
Tenho um selo meio doido, lá no Eu e Daí. Aquele que a mulher está com a mão na cabeça, sem saber o que fazer. Leve-o. é seu.
Beijo
Renata Maria
Conheça a Maria, meu lado frágil:
http://douzenkroesmagritte.blogspot.com

Lou Albergaria disse...

Nossa, sinto a mesma coisa em relação à tv:decadência total mesmo!

Que belo soneto!!!! Não me canso nunca de dizer isso. Lindo demais!

Meu querido amigo, há presente para você no blog da Loba. Naõ esqueça de responder â pergunta para podermos o conhecer um pouco mais.

Beijão!!!

Everson Russo disse...

Abraços de belo final de semana pra ti amigo....

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, meu amigo! Vim agradecer pelo imenso carinho. Jamais me esquecerei!

"Entre o sono e sonho,
Entre mim e o que em mim
É o quem eu me suponho
Corre um rio sem fim.
Passou por outras margens,
Diversas mais além,
Naquelas várias viagens
Que todo o rio tem.
Chegou onde hoje habito
A casa que hoje sou.
Passa, se eu me medito;
Se desperto, passou.
E quem me sinto e morre
No que me liga a mim
Dorme onde o rio corre -
Esse rio sem fim.
Fernando Pessoa - Cancioneiro"

Beijos*******
Tudo de bom! Bom Fim de Semana!
Renata

PS: Se puder, dê um pulo no eu e daí. Hoje, há um poema meu. Um desafio: "O que sou..."

Uma aprendiz disse...

Hummm!

Que noitada, hein?

Uma delicia.

beijos

Felina Mulher disse...

Que poderia dizer eu de um poeta que a tendência será estar melhor a cada tempo? Apenas dizer que jamais mude um centímetro, ou , se mudar, mude conservando o coração e a alma... Jamais pessoa alguma foi feita com tal poder de cativar...Felina!

garoto cientista disse...

olá, passando para deixar um abraço, adorei o visual do blog, está lindo.

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

o globo cor de rosa que necessariamente nos engana

Marcia disse...

Navegando por aí, encontrei este belo espaco e por aqui ancorei.
Um grandioso final de semana!

Luciana disse...

Oi Carlos

Já me acostumei com a solidão que ocupa esse tempo meu só com coisas que gosto.

Bjs e bom fim de semana

Magia da Inês disse...

Olá, querido poeta!
Fiquei triste quando li seu poema... foram as pinceladas fortes com que você pintou a solidão...
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Itabira
Minas

romantic disse...

VIM LHE DESEJAR UM OTIMO FIM DE SEMANA!

Luciana disse...

Oi Carlos, tu disse tudo no teu comentário tbém entro dentro dos filmes como se fosse um personagem e livro a mesma coisa, mantenho meu Blog por ter amigos muito especiais que com poucas palavras as vezes acabam com a solidão e estar na internet me faz esquecer que tenho problemas,Bom fim de semana...Bjs

legalmente loira... disse...

querido machado,
sempre coisas lindas por aqui
apenas aproveitar e sentir o momento....
um otimo final de semana com bjos meus...obrigada pelo carinho!

Amor feito Poesia disse...

Nas horas tardias que a noite desmaia
Que rolam na praia mil vagas azuis,
E a lua cercada de pálida chama
Nos mares derrama seu pranto de luz

Fagundes Varela

BOM FDS.....Beijos no coração!!M@ria

Anna disse...

Lá no íntimo acho que todos sofrem a dor da solidão!

M@ria disse...

Não me negue as flores,
pois, tiro delas a minha essência!
seu perfume, é minha inspiração...
seu colorido, é minha alegria...
sua beleza, é minha vida!

Jacira Cardoso

OBS:Leve este mimo que te ofereço com muito carinho.....M@ria

M@ria disse...

Não me negue as flores,
pois, tiro delas a minha essência!
seu perfume, é minha inspiração...
seu colorido, é minha alegria...
sua beleza, é minha vida!

Jacira Cardoso

OBS: Leve este mimo que te ofereço com muito carinho.....M@ria

Wanderley Elian Lima disse...

Olá poeta.
A solidão pode ser construtiva, desde que saibamos aproveitar o seu silêncio para um encontro com nossa essência.
Abração

Hana disse...

Olá, então lá em meu cantinho vc pergutou se Chico Xavier gasta da musica Ai lili, sim em todos os documentarios de minha pesquiza diz que sim, caso se interesse, eu envio o site p/ vc verificar, será maravilhosa a leitura, e ver o video, sobre a vida a biografia de Chico Xavier, caso queria é só dizer, muito obrigada pelo afeto em meu blog.
com carinho
Hana

Hana disse...

Poxa adorei seu texto, um poema lindo que entra no coração e noso faz viajar em seus encoantos.
com carinho
Hana

Elaine Barnes disse...

Essa lâmina tem o poder de cortar a vida,mas, também de cortar o aml.
Lindo e profundo seu poema. Para refletir mesmo.
Montão de bjs e abraços

Maria disse...

Amigo seus sonetos são sempre uma onda de magia e sentimento.
Tenha um excelente fim-de-semana, cheio de paz, alegria, saúde e amor.
"Felicidade é saber aproveitar todos os momentos como se fossem os últimos." (Léa Waider)
Bjs do tamanho do infinito
Maria

Everson Russo disse...

Um belo sabado pra ti amigo,,abraços.

Marta disse...

A loucura, a tristeza da solidão...
Intenso, brilhante....
Gostei imenso...
Beijos e abraços
Marta

romantic disse...

meu querido ,é lindo !!!
se importa de envia-lo por e-mail?

marcinha_morena_@hotmail.com

muito me honra! obrigada!

legalmente loira... disse...

querido amigo,
vim desejar um otimo final de semana e agradecer seu carinho.
bjos na sua linda alma musical...

Hana disse...

Voltei, e vim reler o post da Solidão, olha só eu assim que tiver um tempinho envio p/ vc minhas pesquizas sobre o Chico Xavier, um dos meus mestres, e olha que lindo vc era amigo dele, imagina ter um anjo como amigo, um ser humano tão espcial como ele, vc tbém é especial, pq semelahntes se atraem, so somo pessoas do bem, atraimos pessoas do bem. amigo meu adorei aki vc já sabe, e volto sempre.Caso queria dar um oizinho mais de perto meu orkut, Eu e os Meus, hanayamakiy@hotmail.com
com carinho
Hana

Sandra Botelho disse...

A solidão é uma droga que mata a alegria, congela o riso, esfria a alma...Mata de dor e tédio.
Lindo demais...
Parabens aos autores.
Bjos achocolatados, querido poeta!

Everson Russo disse...

Um belo domingo pra ti amigo, e uma semana de muita poesia e paz...abraços fraternos.

Pérola disse...

Beijo grande um lindo domingo.

Saozita disse...

Passei para te deixar um beijinho com muita amizade.

Bom domingo

Fernanda disse...

Vim agradecer-lhe a sua visita ao Sempre Jovens.
Obrigada pelo carinho!

Já me fiz seguidora...só li este seu poema!
Gostei bastante.
Voltarei para o conhecer melhor.
Beijinho

Amélie Bouvié disse...

Saudade daqui e de suas belas palavras, meu querido.
Ótima semana.
Beijos.

Pérola disse...

Boa semana meu querido amigo.
Abraços mil.

Vanessa Monique disse...

Gostei mt de ter recebido sua visita e comenta´rio no meu blog.
Que bomq vc gostou da "carta".
Espero q goste dos meus textos e sinta-se a vontade lá.
Obrigada novamente
@Obrigada pelo voto e peço q continue votando e torcendo.
vanimonique
:*

Everson Russo disse...

Uma bela segunda pra ti amigo,,,abraços

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Oiê, amigo! Vim desejar-lhe tudo de bom!

"Pela vidraça olho o céu
Paro por um momento
Aproximo-me junto ao vidro
Sinto um tremor ,sentimento

Tenho de abrir a janela
E o que faço ,abri
Que bela visão tenho daqui
Vou vos contar o que vi.

A Lua imponente ,espalhando
Luminosidade de seu luar
Radiosa, alegre na noite
Convidando casais para amar

Qual rainha, com suas damas d`honor
As estrelas ao seu redor, vestidas a rigor
Brilhando, bailando
Numa danca digna dum grande amor

Extasiado, perco-me no tempo
As horas passam por mim
Não, sonho não é certamente
Tanta beleza sem fim

Volto para dentro
Deixo a janela aberta ,de facto
Volto a escrever e contar-vos
O que vi da janela do meu quarto.


José A. Correia*

Espero que esteja bem!
Beijo, Carlos.
Renata

REGGINA MOON disse...

Machado...

Passando pra te visitar e desejar uma ótima semana!

beijos!

Reggina Moon

legalmente loira... disse...

queridas amigas e amigos......
hoje não poderei ler nada estou debilitada

Obrigado pelo carinho,
fico feliz quando passa
por aqui...

um bom dia
abços e bjos.

Vanessa disse...

Olá, estou seguindo essa graça que é seu blog. Adorei!
Passa lá no meu cantinho se puder..
http://ameninaqueroubavaasimesma.blogspot.com