segunda-feira, maio 11, 2015

Prazer Sem Fim



Prazer Sem Fim

Loucos de nós no vale dos desejos;
- nossos corpos, na mesma luz que inflama!...
- Vivi a paz infinita dos lampejos;
na safra, o melhor cálice da chama!

... e o prazer?!... Peles únicas... Ah, latejo
no mar revolto do clima da cama;
- assinada com tintas dos meus beijos,
- da eternidade, na paz de quem ama;

Tivemos as belezas das mil noites
Sugamos os detalhes dos açoites
Embebemos!... - Ah, relvas orvalhadas!....

Houve explosões nas pétalas da flor
Adormecemos nos lençóis do amor
... e a cantiga seguiu a madrugada!...

Machado de Carlos


3 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Encantador.
Penso que gostaria de repetir estas proezas,momentos de grande intimidade que se arrastam até de madrugada.

Maria Rodrigues disse...

Sensual e belo.
Bom domingo
beijinhos
Maria

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Belíssimas palavras inspiradas. Uma feliz semana