domingo, setembro 16, 2012



Luzes do Amor

Neste breu chega tua luz, Veneranda!
Mãos frágeis se deslizam nesta pena...
Na trilha viajo... - Ah, Rosa amena!
Numa viagem de séculos... de bálsamos...

Pretéritos marcaram grandes dínamos...
Curvo-me diante de ti; - De voz plena;
- Beijo-te!... - Vida de face morena;
...E posso lhe dizer: - Ah, quanto te amo!

Ao amanhecer contemplo um beija-flor;
- ele busca os néctares do meu amor...
... e ele tem as partículas da união!...

Sentimos, logo mais, a brisa da noite,
Que toca nossas peles como açoite;
- Temos no campo notas da canção!

Machado de Carlos


12 comentários:

Elaine Regina disse...

Olá, Machado de Carlos! (confesso que, quando li o início do seu nome, não pude evitar pensar em Machado de Assis... rsrs)

Vim lhe agradecer pela visita ao meu blog e pelo comentário (bastante interessante por sinal... foram de improviso aqueles versos? pergunto porque percebi certa ligação com os meus posts, comigo e o meu espaço: canto, luz, menina, procissão, gritos, Terra, ouvido...) Se você já tinha aquele poema pronto, então foi uma grande coincidência mesmo. :)

Preciso lhe dizer que adorei o seu trabalho com os poemas e as imagens. Conseguiu fazer belas obras de arte.

Sigamos conversando, então. Seja bem-vindo!

Abraços!

Everson Russo disse...

Essa luz do amor ilumina um coração...uma alma..um país e uma galáxia...abraços amigo e uma bela semana pra ti...

Tânia T. disse...

O amor faz tudo parecer mais lindo.. de repente, é como se tudo fosse poesia.

Deviamos viver apaixonados!

Bjinhos!

Olhos de mel disse...

Querido amigo; doce e delicado soneto! Adorei!
Boa semana! Beijos

Elaine Regina disse...

Meu amigo Machado! Eu que lhe agradeço pela atenção e pelo carinho.

Assim que li o seu comentário, eu me reconheci nele e depois reconheci os demais elementos, que me eram familiares. Por isso, achei que poderia ter sido um improviso. Isso que você fez é MUITO interessante. É a primeira vez que vejo alguém fazer isso na blogosfera. Estou ansiosa para ver o que você fará com os meus próximos posts, que tipo de ideias tirará do que escrevi.

Saiba que também valorizo uma amizade. Tirei a gadget "seguidores" do meu blog porque desejo leitores sinceros, pessoas que gostem do meu trabalho. Do mesmo jeito que pretendo interagir com os espaços com as quais eu me identificar. Tudo feito com naturalidade, com visitas naturais e comentários naturais, sem o "me visita que eu te visito..." Já tive um blog há uns três anos e vi que isso não funciona mesmo comigo.


Bem, mais uma vez, obrigada. Sempre será muito bem-vindo. Sempre.

Beijo!

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Machado. De fato, uma luz que irradia amor, delicadeza e ternura.
Amantes que se entregam numa união venerada, como bela música aos seus corações a magia do sentimento pleno!
Parabéns, amigo!
Sempre um talento!
Beijos na alma e fique na paz!

Everson Russo disse...

Uma bela noite pra ti meu amigo,,,entre versos e canções...abraços...

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido Poeta

Um poema escrito com o sangue que escorre dos espinhos dessa rosa venerada.
Como sempre maravilhoso.

Deixo um beijinho e agradeço o teu carinho no aniversário do meu blogue e pelos lindos versos...vou fazer uma moldura.
Sonhadora

Elaine Regina disse...

Olá, Machado!

Será um prazer tê-lo como o meu mais novo amigo na blogosfera. E, sim, claro que podemos trocar conhecimentos, principalmente os relacionados à poesia.

Obrigada pela atenção e consideração. És uma pessoa muito simpática! :D

Beijos!

Vanuza Pantaleão disse...

Estava com saudade dos teus sonetos, Machado. Tirei um tempinho e vim buscar as luzes dos teus belos versos.
Grande abraço!

Everson Russo disse...

Uma bela noite de inspiração pra ti meu amigo,,,abraços fraternos e boa quarta...

Toninhobira disse...

Que linda luz amigo para guiar aos caminhos da bela amada.
Abraços amigo.