segunda-feira, janeiro 02, 2012

Saudade


Saudade

Súbita angústia em meu peito invade,
Arfantes pés; - papéis da vida atroz;
Uníssonas delícias sem os nós
Do imenso castelo só de jade.

Ao percorrer o mundo de metades,
De ti apenas lembranças. – Grandes laços!
Enfim só, conseguira os teus lábios
Sobre nuvens com rumo à verdade.

Arrisquei mil palavras na caneta;
Únicas folhas voaram à janela...
Divinos semblantes!... Tua afeição!...

Ao fim desta rotina... Amei tua história;
Delícias, utopias: - noites sem glórias!...
... E fiquei inerte; sem vida, sem chão!

Machado de Carlos



Ribeirão Preto, 01 de janeiro de 2012.

23 comentários:

VELOSO disse...

Muito bom começar o novo ano caminhando por sua poesia!

Dilmar Gomes disse...

Amigo Machado, lindo o teu soneto, aliás como sempre. Tu dominas bem esta arte.
Um abração. Tenhas um lindo e maravilhoso 2012.

marlene disse...

lindo este poema meu amigo vejo que comessaste 2012 com toda a força cheio de inspiração parabens poeta é para frente que se anda desejo que o ano novo lhe traga tudo de melhor!!!
agradeço sua atenção e carinho durante o ano que passou espero que possamos estar juntos na telinha do nott,neste novo ano sua amizade é muito importante sempre ,um abraço com carinho marlene

marlene disse...

lindo este poema meu amigo vejo que comessaste 2012 com toda a força cheio de inspiração parabens poeta é para frente que se anda desejo que o ano novo lhe traga tudo de melhor!!!
agradeço sua atenção e carinho durante o ano que passou espero que possamos estar juntos na telinha do nott,neste novo ano sua amizade é muito importante sempre ,um abraço com carinho marlene

Evanir disse...

Agradeço o carinho e cordialidade
que recebi nessa passagem de Ano.
Todas as palavras não
expressa meu carinho e gratidão.
Obrigada por tanta sensibilidade de coração
muito feliz venho agradecer.
Uma linda semana a primeira de 2012.
Beijos carinhos.
Evanir.

Estou colocando num bloco de notas
para não me esquecer desse poema tão lindo.
Breve estará comigo .

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Os teus poemas murmuram ternura...gritam ilusões e sussurram vazios.
São veludo e mágoa...carícia e dor...são o gesto e a lembrança...e por vezes os farrapos com que se vestem os sonhos.
Como sempre adorei.

Deixo um beijinho
Sonhadora

Flor da Vida disse...

Creio eu que nenhuma palavra poderá um dia descrever a intensidade dos sentimentos em sua plenitude...
Mas sempre terão a força de nos tocar de forma inexplicável, assim como me tocou este teu soneto, que se sente foi escrito em momento profundo de doação e inspiração...

Poeta, carinhos...

Beijos

Everson Russo disse...

Saudade é um bichinho que vai corroendo a gente por dentro,,,muitas vezes é um bom sinal de momentos já vividos e uma esperança de revivê-los...em outras, saudade é dor, é punição de perda...abraços fraternos de bom dia pra ti meu amigo...

Vivian disse...

Bom dia,Machado!!!

Lindo soneto amigo poeta!!!Esta saudade para quem ama...ah...que sentimento atroz!!!
Não tiro mais férias sem o meu marido...dois dias e me senti sem chão!(faz dois anos atrás...rsrsr Mas me lembro bem da sensação!)
Beijos pra ti!!!!!tenha um ótimo dia!!!!
**Estou louca para comprar meus cadernos...rsrsr E você? Já comprou os seus?

Srt . Vasconcelos disse...

Como diria Clarice: SAUDADE É UM POUCO COMO FOME. SÓ SE MATA QUANDO SE COME A PRESENÇA.

Marcia disse...

Saudade do poeta,,,lindo demais bjos!!

Maria Lemke disse...

oi Machado!!! bela como sempre tua poesia... bem define como ficamos quando algo nos abandona: sem chão... em pedaços. bjins e bom ano novo pra vc!

Toninhobira disse...

Eita que a saudade veio e fez morada numa beleza de soneto com toda sua arte amigo.Meu parabens com admiração.
Um 2012 cheio de inspirações e muita paz e saude a voce.
E vamos por aí.
Meu abraço.

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços.

Vivian disse...

Bom dia,Machado!!!

Meu amigo tenha um ótimo dia!!!!Deixo meu beijo e meu carinho!!!
Vou para a praia visitar minha mana!Volto na segunda!!!Até!

ValeriaC disse...

Meu querido amigo e poeta, que beleza seu soneto, sensibilidade pura, num tema que tanto nos toca a alma, que é a saudade...
Feliz 2012, que sejam dias abençoados em seus viver...beijos,
Valéria

Carol Morais disse...

Meu querido, que saudade de seus escritos! Voltei e vejo de novo a doçura de suas palavras.
Sim, a saudade é mais do que isso, é uma candura que nos entristece...
Um beijo querido!

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo poeta...abraços.

Everson Russo disse...

Um belo final de semana pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Everson Russo disse...

Um belo sábado pra ti meu amigo...abraços.

lis disse...

Linda poesia Machado
de saudade todos entendemos
bastante , só poucos sabem expressá-la em versos .Parabéns.
Que 2012 lhe traga muita paz , saude e sobretudo inspiração pra continuar arriscando palavras por aqui.
abraços

Evanir disse...

Que a fé e a esperança anda de mãos dadas, bem juntinho de você.
Esta esperança é nossa esperança. É com esta fé em Deus que
estou para 2012.
É com esta fé que nós seremos capazes de transformar esse mundo se cada um de nos
fizermos nossa parte.
E a esperança não ilude, porque o amor de
Deus foi derramado sobre todos nos.
Esta luta do filho de Deus não anda de mãos dadas com renúncias e tristezas,
e sim de esperança num amanhã mais feliz.
Um feliz final de semana.
O primeiro de 2012.
Muita paz muito amor para você.
Beijos no coração.
Evanir..
Uma das minhas maiores dores saudades.

Sherazade disse...

Querido amigo; tenho sentido suas ausências. Mas pelo que vejo, já está de volta e com um soneto lindo, cheio de saudades...
Bom fim de semana! Beijos