quarta-feira, maio 25, 2011

Amor, Incrível Amor!




Amor, Incrível Amor!




É noite! Os arbustos dançam ao vento...
Lembro bem o dia em que meu anjo pousou!...
Meu coração, sem entender, se calou!...
Sinto ainda, nosso amor, no apartamento.



- Guardo tua voz, amor, no pensamento!
Tomo a cerveja, fito a ave que voou!...
Uma amargura na boca me calou,
mas tenho o amarige a todo o momento!



Minh´alma não é alma com esta ferida!
A brisa... o celular... estão surdos...
Tento um grito aos campos, mas estou mudo!



- Dizem: - o espírito tem muitas vidas!...
...!sem norte, uma parte de mim se foi...
- Que farei, agora, meu grande amor?!


Machado de Carlos,

35 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
Viver um grande amor e vê-lo partir, deixa o coração com feridas, que pensamos jamais cicatrizá-las.
Grande abraço

Daniel Costa disse...

Machado de Carlos

"O que farei agora"? A questão surge por vezes, tem de ser tomada como estímulo. Nada melhor que reagir para melhorar, ninguém gosta de ficar a perder.

Estando o meu blog DANIEL MILAGRE, em votação por até 31, pedia a tua votação, sim?
Está no meu útimo post o link de acesso. A votação pode ser diária, podendo ser uma vez por cada Mail que possuas.
http://danielmilagredanieldaniel.blogspot.com/
Agradecimentos
Daniel Costa
Abraço

AOSOLHOSDAALMA.BLOGSPOT.COM disse...

QUE LINDO POEMA,SOMENTE OS POETAS CONSEGUE DESCREVER O AMOR DE TAL MANEIRA ,ADORO VIR LER SEUS VERSOS
QUE ME ENLEVA A ALMANO MAIS ALTO DO INFINITO OBRIGADA POR COMPARTILHAR
PRECIOSIDADES TÃO RARAS.
UM ABRAÇO MEU AMIGO POETA DOS POETAS
UM ABRAÇO MARLENE

Livinha disse...

Voos longe de partida,
Lembranças que não se calam
almas sôfregas clamam vida,
são perfumes que se exalam...

Pegadas sentada na estrada
poeira suspensa no ar,
entre sol e chuvarada,
já não vejo o amor passar?

Estancado no caminho,
o tempo me cobra avançar,
nas asas do passarinho,
para o encontro festejar...

O futuro é itinerante
quem partiu já avançou
se eu ficar aqui distante
não alcanço o meu amor...


Embargada na emoção,
ao sopro de inspiração
deixo aqui minhas palavras
Desejando-te um bom dia,
na manhã ensolarada...

Fica na Paz meu amigo...

Bjs

Livinha

Everson Russo disse...

Um cenario perfeito,,,um anjo que pousa numa noite,,,entre arbustos sacudidos pelo vento,,,paisagem ideal ao amor,,,aquele amor que nasce,,,cresce e se faz amor por ser eterno,,,por ser incrivel...por ser amor...abraços meu amigo e um dia de paz pra ti.

Terê. disse...

É sempre muito bom passar aqui e ler lindos poemas falando de amor,
artigo de luxo nos dias de hoje... grande bju amigo querido, terê.

Toninhobira disse...

Uma bela inspiração amigo,uma carga perfeita que destila na melancolia que assalta em noites frias de outono,onde as lembranças se assanham e faz esta bela inspiração poetica.Voce e sua arte, minha admiração sempre.Meu abraço de paz e luz.

Marion Lemos disse...

Lindo, profundo e triste…consegue expor uma dor de um jeito tão lindo.
Como sempre mais um belo soneto, oculta sempre um segredo ...
Um encanto!
Parabéns, seu trabalho é excelente!
Tudo de bom para você, Sempre!

Beijos.

Marion

Zil Mar disse...

Oi Poeta....

seu poema é lindo...e dói na alma pq suas palavras traduzem o seu sentir....

bjos!


Zil

Marcia disse...

sempre uma viagem ,um sonho,como são belos os sonetos ! beijos meu querido!

Magia da Inês disse...

Inspirado e solitário... dores de poeta.
Boa quinta-feira!
Beijinhos.
°º♫
°º✿ Minas
º° ✿♥ ♫° ·.

IT disse...

Haverá sempre versos de amor... incrível amor desejando e, se fazendo amar.

Sem Amor, não existe o poeta.

Incríveis versos do poeta M.de Carlos.

Everson Russo disse...

Um belissimo dia pra ti meu amigo,,,abraços.

Lívia Azzi disse...

Amar provoca uma entrega que mata
morre uma parte do corpo
que reflete até na alma
do amante...


Beijinhos!

Ricardo Calmon disse...

Meu Bom de Carlos, contundentemente fragilizado pela morte de minha afilhota,impedido estou de muita coisa, não de chorar paro, meu irmão,Renata,plástica artista , poeta e escriba, que dor maior de não poder ir ao lançamento de livro seu em Estado outro, além da doentia repressão do esposo todos os dias de vida dela,tres infatos produziu seguidos e ,meu deus,morreu, acesse os comentários de "post Cala a boca deputado e)clicke no comenário de enata, lá chegarás, perdoe,não aceito a dela morte, assim como de chorar ,não parar consigo!

te abraço ,

ricardo

ValeriaC disse...

Que lindo soneto meu querido...como dói a dor de um amor que se vai de nossa vida, mas que deixa marcas impossíveis de esquecer...
Doce seja seu dia Poeta...beijos...
Valéria

Lis disse...

Amor deixa lembranças e se houve despedidas aí são doidas.
E os poetas expóe a nu seu coração ferido.
muito lindo
abraços Machado

Sandra Botelho disse...

E quando o amor se vai... A alma voa junto, abandona o ninho e leva o coração da gente, pra perto de quem amamos, passamos então a ser apenas um corpo, a vagar sem alma e sem coração.
beijos amigo querido.

Marcinha disse...

Ah o amor!!!! Como pode algo tão bom nos machucar ao mesmoo tempo!!! Nos deixa marcas tão profundas que só o tempo podem curá-las...
Lindo o seu blog...to seguindo!!
Bjinhos

Evanir disse...

Querido Amigo..
O amor eterna inspiração.
Quando perdemos um amor sómente o poeta sabe descrever.
Quando estamos amando somente um poeta sabe descrever essa louca paixão.
Querido amigo lindo poema ..
Um feliz final de semana beijos meus,Evanir.

www.aviagem1.blogspot.com

Lou Albergaria disse...

Que maravilhoso!!!

Saudades de ti, Meu Poeta Iluminado!

Tenha um delicioso fim de semana de amor e poesia!

Beijo grande!!!

Suely - HD disse...

Olá querido Poeta e amigo,

Boa noite,

Sempre digo q o blog é uma grande ferramenta que inventaram, não imaginava q através dele pudesse conhecer pessoas amáveis,cultas e especiais....
Obrigada por sua amizade, mesmo q virtual e distante.

Deus o abençoe hoje e sempre,

Salam!!! Paz seja contigo,

beijos
Suely

Terê. disse...

Então meu querido, fiquei um tempo ausente, terminando o ensino médio, e muito feliz, penso que tudo tem o seu tempo, e esse é o meu, um pouco atrazado mas fazer o que né, mais logo serei mais presente, obrigada pela visita amei, grade bju terê.

Ira Buscacio disse...

Machado querido,
Há casos em que a alma jamais retorna, pois perdida na escuridão, não encontra a porta de saída.
Belíssimo!
Bj e bom domingo

Srt . Vasconcelos disse...

Incrivel sua sabedoria, você sempre vai em meu blog e me deixa uma palavra que estou precisando no momento. Obrigado.

Everson Russo disse...

Bom dia meu querido amigo poeta,,,acho que mais uma vez vencemos as loucuras do blogger e aqui estamos...abraços fraternos de boa semana pra ti.

MENTORESDELUZ.BLOGSPOT.COM disse...

CARLOS QUE LINDO POEMA,E QUE SOFRIMENTO PROFUNDO QUANDO O AMOR SE VAI E SÓ RESTA AQUELE VAZIO A TRISTEZA,E O GOSTO AMARGO DA SAUDADE DAS LÁGRIMAS,NADA CONSOLA,,
LINDO MEU QUERIDO AMIGO,PASSEI PARA AGRADECER SUA VISITA QUE ME DEIXA SEMPRE MUITO FELIZ E HONRRADA.
TENHA ÓTIMA SEMANA BJS MARLENE

Nilson Barcelli disse...

Um belo poema de amor.
Gostei.
Caro amigo, boa semana.
Abraço.

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Um belo poema...um grito...um lamento e a alma escrita em palavras que são recordações de momentos.

Adorei e deixo um beijinho
Sonhadora

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Um belo poema...um grito...um lamento e a alma escrita em palavras que são recordações de momentos.

Adorei e deixo um beijinho
Sonhadora

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Um belo poema...um grito...um lamento e a alma escrita em palavras que são recordações de momentos.

Adorei e deixo um beijinho
Sonhadora

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Um belo poema...um grito...um lamento e a alma escrita em palavras que são recordações de momentos.

Adorei e deixo um beijinho
Sonhadora

M@ria disse...

Há sempre um inverno por escrever
Uma página por virar
Um amor por esquecer
Um olhar pra se encontrar...

Márcia C Lio M

Feliz semana e meu beijo à todos! M@ria

Amor feito Poesia disse...

Gratidão é a flor mais
bela que nasce da alma,
e que o coração humano não
conhece outra mais perfumada.

(Hosea Ballou)

Beijos & Flores! M@ria

Yasmine Lemos disse...

Belo e triste .Estava sem poder vir aqui com problemas no blogger.
parabéns pela poesia
bjs