sexta-feira, fevereiro 04, 2011

Adeus!...




Naquela noite quente de ilusão
os corpos uniram ao cair d´aurora.
Hoje sou uma sentença que chora;
guardo o telhado da doce mansão!


Há a escrita do sangue na canção;
no sonho nebuloso inda mora
a lembrança (néctar das horas),
fotograficamente no porão;


tenho o perfume da nossa loucura
com a cicatriz nua e sem a cura
que viaja rumo à Eternidade!


Peço-te, Anjo, que voe alto e além...
que saúde meus versos (um réquiem)!
— Morrem nossos corpos de saudade!



Machado de Carlos

64 comentários:

MEUS PENSAMENTOS disse...

Bom Dia Poeta! um DESLUMBRE! tenha um lindo dia bjs!

Ira Buscacio disse...

Machado, querido,

Mais um raro poema, onde a saudade rasga a pele, na dor infinda.
Um grande beijo, meu amigo

Mariazita disse...

Olá, Carlos
Os seus poemas têm o condão de me transportar para níveis acima do quotidiano.
E saio daqui sempre mais leve, como que voando...
Obrigada por tanta beleza.

Bom fim de semana. Beijinhos

Tania T. disse...

Que triste...

A saudade e a lembrança trazem dor...



Adorei suas palavras! Como sempre uma melodia para os meus ouvidos!! xD


Bjooo

Everson Russo disse...

São duas palavras que juntas, tatuam a dor de um coração, de uma poesia, o adeus e a saudade deixada, que esse voo leve a paz, leve todos os versos e acabe com essa dor,,,com essa saudade e o adeus se transforme em vim num,,,seja bem vinda de volta minha musa...abraços fraternos de bom final de semana pra ti amigo.

Hugo de Oliveira disse...

Intenso. Verdadeiro. Brilhante.

abraços

Pat. disse...

Tem sentir que não esquecemos jamais!

Obrigada por teus carinhos, adoro!
Beijo e um lindo fim de semana para você Machado Querido.

Adriana Alencar disse...

Pena que os versos sejam de adeus, pois um amor assim intenso merece ser vivido!
Um abraço,
Adri

Wanderley Elian Lima disse...

Olá poeta
"Adeus, cinco letras que choram", e nos fazem chorar.
Grande abraço

Magia da Inês disse...

Olá, amigo!
Doce soneto... em cada verso uma gota de ternura...
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Minas.
♥♥ °º
° ·.

Zélia Guardiano disse...

Lindeza, meu querido!
Versos preenchidos do mais autêntico sentimento, escrito em a alma, vê-se!
Encantou-me ...
Enorme abraço da
Zélia

Tere disse...

Peço-te, Anjo, que voe alto e além...que saúde meus versos (um réquiem)!— Morrem nossos corpos de saudade!


olá amigo, todos temos que saúdar seus versos, pois são lindos, bju tere.

Néia disse...

Oi Machado Carlos...
Para o poeta não existe o adeus, existe sempre a saudade que nos faz esperar e sonhar que ainda um dia a qualquer hora, num telhado guardado de uma velha mansão, os nossos corpos se encontrão ao cair d' aurora.Lindo demais, tão singelo e ao mesmo tempo forte e marcante.
Beijos Néia

Pérola disse...

Poema tão triste poeta.
A despedida é tão cruel e deixam marcas profundas mas...que passam.
Devo confessar: Apesar do poema acolher um tema tão triste ele simplesmente é encantador.
Grannnnnnnnnnnnnnnnnde Machado.
Beijos nas buchechas rs.

Fátima Guerra (Mellíss) disse...

Querido amigo

Sim...A lembrança é o nectar das horas.
Adoráveis versos. Muito me honrou sua visita ao meu blog, seu comentário.
Marcinha é uma semeadora de carinhos.
Conte com minha amizade.
Beijo,

Fátima Guerra.

łuc¡คหค disse...

Oi Carlos,

Tudo bem contigo?

Muito bonito.

Bjs e bom fim de semana.

JADY*ALVES disse...

Belo soneto poeta, Assim, assim é que eu amo le-los, perfeito! beijos da Jady pra tí

Lívia Azzi disse...

É assim, chega uma hora que se vai... E o que foi, ficará marcado para sempre na eternidade...

Belíssimo soneto e encantadora imagem, Machado!

Beijos e um excelente final de semana!

Lis disse...

Oi Machado
que as despedidas não nos sejam amargas , nunca definitivas...
deixando com voce um grande abraço e que o fim de semana seja bom e bonito
saudade de voce

Daniel Costa disse...

Machado de Carlos

Perante o belo poema não valerá a pena chora peka saudade que ficou, do penhor de algo fica na eterna lembrança.
Abraço

Vivian disse...

Bom dia,Machado de Carlos!!

Tirou-me o fôlego!! Deslumbrante!!
Tuas poesia me conquistaram!!
É maravilhoso ler e ser transportada para uma cena...Ah!...
Obrigada!
*Será que eu poderia colocar uma das tuas poesias lá no blog?Por favor, não sinta-se obrigado, entendo e respeito!
Ótimo final de semana!
Beijos!

SAM disse...

Bom dia amigo,

Maravilhoso cada verso que nos leva a uma escalada interior de beleza ímpar.

Carinhoso beijo e bom fim de semana, Poeta.

Everson Russo disse...

Um belissimo sabado pra ti meu amigo,,,abraços fraternos.

Evanir disse...

Que poema amigo!!!!
Feito com amor e uma saudade que entra no coração da gente e viajamos na mais doce ou triste saudade.
Um lindo final de Semana.
Um beijo carinhoso,Evanir.
http://aviagem1.blogspot.com

Fabi a loba!!! disse...

Machado, seus versos são profundos... de um imenso amor...mais uma vez estou deslumbrada com suas palavras!!! É para tocar no fundo da alma...
AMEI... Ótimo fim de semana para você... grande beijo.

Colecionadora de Silêncios disse...

Olá, Machado. :)

Que belo soneto! Lindíssimo, querido, como de costume, não é? rs

Olha, tem um presente pra vc lá no meu blogue. Espero que goste. :)

Obrigada por deixar meus dias mais coloridos com a sua linda poesia.

Beijos

Livinha disse...

Dura e triste palavra, o adeus.
Esta que inexiste porque se assim o fosse, todos nos dariamos ao momento da despedida, um tempo que a gente chora quando não nos foi dado a oportunidade de concretizar ao menos isto. Mas... como Deus é poderoso e supremo em suas feituras, deixa claro na presente leitura, que assim como o acaso não existe, o adeus também se dar como forma desnecessária, quando o reencontro está marcado na morada de origem....

Simplesmente me encanto com teus versos.
Lindos

Bjs

Livinha

Sônia Silvino disse...

Machado querido!
Vim saborear tuas deliciosas poesias. Minha alma está saciada!

Estou matando as saudades daqui e de você!!!

Fui ao médico hoje e o cardiologista constatou que eu tenho você no coração. O médico que cuida da área do sono, me disse que sonhar com você me faz bem! O psicólogo disse que pensar em você é bom! O fonoaudiólogo disse que falar e ouvir o seu nome é ótimo!

O fisioterapeuta disse que caminhar em sua companhia, mesmo que no subconsciente, é bom, mas tive um alerta - disseram que ficar longe de você é péssimo para minha saúde! E que sentir sua presença, mesmo pelo pc, é o melhor remédio. E receitou teu carinho todos os dias, em uso contínuo. Por isso, eu dependo da sua amizade e do seu carinho! Promete que vai cuidar da minha saúde? rs

Beijocas e ótimo domingo!
Sônia Silvino's Blogs
Vários temas & um só coração!

Fátima Guerra (Mellíss) disse...

Machado de Castro
Sua homenagem à miha cidade é encantadora.Nós, santistas envaidecidos, agradecemos.
Também agradeço sua gentil presença no meu blog.É uma honra, um prazer e uma alegria.
Conte com o meu carinho,

Fátima Guerra.

romantic disse...

bom domingo querido!

Olhos de mel disse...

Querido amigo; um delicato e belo soneto de saudade... Que essas boas lembranças sejam o alicerce de novas e maravilhosas que haverão de vir...
Boa semana! Beijos

Suely - HD disse...

Olá querido Poeta!!!
bom dia!

Um lindo e abençoado domingo,

beijos
Suely

Sherazade disse...

Ah, saudade!... nos traz a todo momentos lembranças vivas, o coração que aperta ao afogar a dor, em sonetos cheios de amor
Lindo!
Boa semana! Beijos

JADY*ALVES disse...

Belo soneto meu amigo poeta, parabéns, andei te lendo e gostando muito daqui, já o conhecia lendo-te em alguns blogs, o prazer é meu por reservares um instante do teu precioso tempo em ler meus rascunhos rss, muito me apraz de verdade. Estou te seguindo, gostei do que li meu beijo.
Jady

Pérola disse...

Oi meu querido.
Vim te deixar beijos nas buchechas rs.
Beijokas millllllllllllllll

Livinha disse...

Carlos meu amigo,
Me lavas o coração no teu jeito dorido de falar dessa dor, que corrói o peito e nos dá a entrega de sofrimento pesaroso.
Sei o que sentes, oh meu Deus como sei e sinto essa dor deverasmente, afinal 6 anos já se passaram e eu, pra não sucumbi, finjo me esquecer, sem me dá ao tempo de não pensar. Sinto porém nas datas festivas, aniversário, casamento, natal, etc e etc, a companhia que me chega, me afagando os cabelos, dando alguma comunicação, conferindo a dor que jás permanece não somente de cá, mas de lá tbém, embora esteja ele bem, trabalhando em socorro a outros que por lá chegam de volta a morada, afinal era uma alma boa, caridosa, amorosa, trabalhadora e na graça divina, foi muito bem socorrido, estando no lugar de seu merecimento...
Eu não penso meu amigo, mas quão difícil, evito olhar fotografias, tudo e qualquer coisa que me traga lembraças que me levem ao pranto. Enquanto isto direcionando meu olhar para outras razões de trabalho, coração aberto receptiva ao amor, porque aqui estamos pra isto, viver e promover a vida aqueles que amor nunca encontrou. Temos que amar, mais e mais, isto não é proibido e depois jamais estaremos deixando de amar aquele que se foi, que concluiu a jornada com louvor. Porque o amor não se acaba, não se cansa e nem perde a esperança de buscar a plenitude. Amor é o ator principal da vida e somente ele conduz quando se coloca como barquinho a dispor para a navegação meio as nossas ondas instáveis, mas sequiosas de estabilidade nas planagens do infinito. Fica bem tá?
Você tem brilho e o dom maravilhoso de estar para o mundo, para a vida, como ela tão imensa se guarda dentro de você...

Abaixo um poema que busquei pra vc em meu blog, quando n'alguns mometos como estes de dor intensiva a inspiração me visitou...

Bjs

Discernindo

No percurso de minha estrada
há sempre onde parar
no serviço que me aguarda
uns floridos, outros a reparar...

Onde percebo flores
existe paz, amor e doação
recanto suave, colorido
é vida em contemplação

Noutros vejo folhas mortas
raiva, vingança e rancor,
realezas em desvarios
gerando tristeza e dor

Procuro discernimento e força
sabendo no bem trabalhar,
felicitando as pairagens da Fé,
benevolente para perdoar...

Por fim, peço ao Pai que me oriente
esclarecendo a caminhada,
pra que eu ore e persevere
por toda a minha jornada...

(Livinha, 16/setembro/2008)

Everson Russo disse...

Uma belissima semana pra ti amigo,,,abraços fraternos sempre.

Nilson Barcelli disse...

Um belíssimo soneto à saudade.
Gostei imenso.
Caro amigo, boa semana.
Abraço.

Maria disse...

Amigo poeta um adeus que vem do fundo da alma. Como sempre uma poesia maravilhosa que a todos encanta.
Amigo deixei no meu cantinho “SELINHOS – Presentes dos AMIGOS”, um miminho especial é o “Selo de Qualidade” que recebi e que gostaria de partilhar consigo, pois embora já o tenha recebido, quero deixar também o meu apreço pelo seu seu blog, um espaço onde a poesia nos enche o coração e nos aquece a alma.
Tenha uma excelente semana
Beijinhos
Maria

Úrsula Avner disse...

Meu caro amigo e poeta,

é sempre um prazer ler seus belos sonetos... Agradeço o seu carinho sempre presente em meus espaços poéticos, especialmente nos momentos difíceis como o que estou vivendo. Contar com o apoio dos amigos faz a diferença... Grande abraço.

JB disse...

Um soneto que é uma ode à saudade que mora na eternidade das palavras escritas, esperando que seja breve no reencontro do coração!

Sempre delicioso de ler!

Beijinho

Elaine Barnes disse...

Sempre se pode fazer um novo fim. O adeus as vezes pode ser para coisas que vivemos sem sabor,sem aproveitarmo0s como deveríamos. Sempre pode-se retomar e fazer diferente. Amei o belíssimo poema. Montão de bjs e abraços

ValeriaC disse...

Que divinos versos querido... de uma sensibilidade unica...adorei...
Que sua semana seja doce...beijinhos...
Valéria

Everson Russo disse...

Uma belissima semana pra ti amigo,,,abraços fraternos e muita poesia na sua alma.

Flor da Vida disse...

Ah! Amigo querido, já tinha eu muitas saudades de ler esses seus sempre belos e tocantes versos! Belíssimo soneto que nos invade a alma... Estou muito feliz em poder estar novamente aqui com você! Deixo carinhos e beijos fraternos pra ti.

Sandra Botelho disse...

passando pra desejar-te uma linda semana.Bjos achocolatados

Evanir disse...

Boa Tarde poeta..
Hoje li varias de suas pesias .
Querido não saberia dizer qual delas existe mais sentimentos.
Na verdade essa é a grandeza dos poetas deixam para nós muito de si mesmo ,e ,decobrimos que somos um pouco de cada poema seja de amor dor ou paz.
Um tarde linda beijos,Evanir.
http://aviagem1.blogspot.com/

Pat. disse...

Bem triste, mas igualmente lindo!

Até quando existe muita dor no Amor ele é bonito. Adoro ler-te porque teu sentir nos passa os melhores sentimentos, inspira-nos a todo momento.

Meu beijo especial com todo carinho deste mundo poeta maior.

Beijos, beijos e beijos.

REGGINA MOON disse...

Machado,

Lindo o seu lamento de Adeus em mais um belíssimo soneto...te aplaudo e admiro, sempre!!

Grande beijo e boa semana!

Reggina Moon

Pérola disse...

Esse ping-pong de beijos tá milllllllllllllllllllllllllll,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
Lá vai mais um,opz rsrsrsrsrsrs.
Beijokas milllllllllllllllllllll

Mariz disse...

Lindos versos de amor, mesmo sendo recordações, não deixam de ter sua beleza.


mil beijos!

Professora Carla Fernanda disse...

BOA TARDE! AMO POESIAS E ESTOU AQUI PARA TER O PRAZE DE CONHECER SEU BLOG COMO SEGUIDORA.
PARABÉNS!
CARLA FERNANDA

Amor feito Poesia disse...

"....Cuidado com os olhares de quem não sabe te amar...
eles costumam lhe fazer esquecer que você vale a pena... "

(Fábio de Melo)

Feliz Semana e Beijos meus! M@ria

Everson Russo disse...

Um grande dia de poesia pra ti amigo,,,abraços.

Evanir disse...

Amigo querido vim ler um pouco mais de seus poemas que tanto me encanta,.
Um beijo carinhoso,Evanir
http://aviagem1.blogspot.com/

Sonhadora disse...

Poeta

Como sempre é uma delicia para os sentidos ler-te.

Deixo beijinhos
Sonhadora

Carla Diacov disse...

morre o corpo
acho que a pele é da vontade e a vontade é do espírito...


um machado na carne!

Insana disse...

Muito gostoso seu poema.

bjs
Insana

Imagem e Poesia disse...

Lindíssimo!
Arrepiei-me lendo este teu escrito, amiguinho!!!
Bela obra de arte.
Beijinhos
Ceiça

Pérola disse...

Engraçado,eu também rs.
As descobertas devem ser lentas e com jeitinho de querer mais,tudo feito com cautela e sabedoria rs
Beijos procê poeta.

Cris de Souza disse...

nunca soube me despedir...

beijo, rei do soneto!

AyméeLucaSs disse...

Ola amigo,
Tenho estado sumida demais nao!
Muitas vezes nao consigo distribuir meu tempo como muitas pesoas fazem...
Tem dias que fico escrevendo sem parar e quando vejo estou caindo de sono por ser tarde, outras vezes visito alguns amigos , leio e nao escrevo nada. Sempre leio seus poemas e quando li este do Adeus gostei muito.
Dar adeus a alguém que ainda ama mesmo que seje la no fundo da alma, é muito dolorido e a cicatrizaçao é impossivel, e assim quando menos esperamos surgem recordaçoes de um amor com sabor de um dia ter sido feliz!

Muito lindo e gostei demais também de Bençao de paz!
Eu sou rancorosa, e quando me sinto ferida, eu nao consigo agir como voce descreveu ali... Tudo um dia foi tao lindo, porque agora nao me olha mais?
Eu nao tenho respostas para isto, so sei que nao olho, indo atras de uma nova vida sem deixar pelo ao menos um pequeno espaço para que o outro possa entrar. Nao ira encontrar. rsrsrs
Reconstruir muita vezes é bom porque encontramos novos personagens para nos trazer felicidade, mas também é muito duro em pensar que os personagens antigos te deram o que voce um dia desejou.
Seu poema é uma bela liçao de vida!
Parabens sempre pelo seu trabalho. Eu em particular o adoro!
Beijos no coraçao!

Néia disse...

Oi Machado...
Bem em primeiro lugar gostaria de agradecer as palavras de carinho lá no meu blog. Mas o outro motivo é para contar um particular, após ler este post "Adeus" passei a pensar nele quase que sempre, tenho insônia, assim de madrugada ficava a imaginar a cena, ele ficou colado em mim, nem sei por que, mas ficou...
Acho que assim com seus sonetos tão envolventes que após ler eu não desligo, fico pensando...

beijos Néia

Dany Britto disse...

ola.obrigada por ter me add
sao lindos seu poemas sonetos
tenha uma otima noite
bjs