quinta-feira, outubro 07, 2010

Flor de Luz!



Flor de Luz!


Sob sabores e ao som da bailarina,
Atrás almas arrepiaram ao piano!
Na noite nasceu nítido recanto;
Decifraram desejos da menina!


Regido, — o relógio ritmou a colina;
Ao absoluto átomo do canto
Comandava compassos do encanto!...
Além da alvorada havia arte na esquina.


Rituais rompiam repletos rios eternos
Danças do dia ditadas e ternas
Ocultos, olhares no camarim!...


Sentia-se sensual! Oh, chafariz!...
Outros ocultavam: — olhar feliz!
...Apenas artes, asas de cetim!...


Machado de Carlos

Publicado em Recanto das Letras
Código do Texto: T2543216

48 comentários:

Lou Albergaria disse...

Creio ser A Arte a grande redenção do ser humano!
No fim de tudo só resta a Arte...

Belíssimo soneto! Sua arte é eterna!

BEIJO GRANDE!!!

Úrsula Avner disse...

Olá poeta,

quanta ternura em seus versos... E quanta emoção quando pensamos ou falamos ou vivemos momentos ao som do piano e dos encantos da bailarina. Um abraço.

Wanderley Elian Lima disse...

Um poema cheio de magia e encantamento, que nos leva a viajar na música.
Grande abraço

Tania regina Contreiras disse...

Salve, salve, Machado e toda essa poesia pulsante!
Abraços,

Luís Coelho disse...

...Apenas artes, asas de cetim!...

Um soneto com arte, música e muita luz transformaram um sonho de menina

Aleatoriamente disse...

Poeta teus sabores são poesias por excelência.
A cada frase, a cada entrega, a cada rima.
Escrever a gente vive.
Poema a gente respeita.
Lindo, lindo Carlos.

Beijo.
Fernanda.

Insana disse...

"Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças"
Charles Darwin


Bjs
Insana

♥ Sussy* disse...

sua bela poesia
muita arte e paixão
Que prazer de desfrutar
tanto charme
Beijos e obrigado por compartilhar.
Tenha um bom dia.

Ira Buscacio disse...

Machado,

Que beleza, quanto lirismo.
A arte falando da arte. Lindo!

Bjs

Ana Gaúcha _Professora disse...

Machado de CARLOS

Muito bom
Bem composto

Amoooooooooooo
POESIA

Amoooooooooo ter Amigos
assim

BOMMMMMMMMMMMMM
REPOUSO AMIGO

romantic disse...

aqui estou ...ja voltei vim te ler,,um bjo!

Tere disse...

AMIGO!
É SEMPRE UM GRANDE PRAZER PASSAR AQUI,
E PODER TE CHAMAR DE "AMIGO" LINDO SONETO AMEI, BEIJOS TERÊ.

Paula Figueiredo disse...

Apenas artes, asas de cetim... Arte é ser. Ser o que se é. Liberdade! Até respiro aliviada.

Que delícia isso. Sabe, Machado, você comentou que temos que fugir do medo. Penso que talvez melhor seja enfrentá-lo. Penso isso, pois tive infância medrosa e sempre fiz foi fugir do medo. Agora sento-me diante do medo, e ele passa. :)

Sua visita ao meu espaço também muito me nutre! Abraço!
E vamos confiar na vida! :)

Tania T. disse...

"asas de cetim!"

Acho maravilhoso como vc escreve cada detalhe... faz com que fique ainda mais perfeito!!! *-* Afinal, dizem que a felicidade está nos pequenos detalhes não é??

Sou fã dos seus poemas!! Tão maravilhosos!!! =D

Beeijo

Lou Albergaria disse...

Meu Amigo delicioso,

Vc ainda vai ter que me aturar muito!

O fim do ciclo a que me referi é só o fim de um 'relacionamento' afetivo. O LOBA continua firme e forte como sempre!

E agora muito mais alegre e sensual, pois ao encerrarmos uma relação que nos angustia, tendemos a mirar o sol e as cores vivas do Universo.
Pelo menos é assim que sou.

Agora sinto-me renovada por colocar um ponto final definitivo em algo que só me tolhia emocionalmente.

SUPER BEIJO!

Estaremos nessa blogosfera ainda por bastante tempo!

Lu

Paula Figueiredo disse...

Olá amigo! Sim, somos um! :) Obrigada!

Cada um tem seu jeito de vivenciar e relacionar-se com a vida e seus sentimentos não é? Coisa mais rica! O importante é essa superação, de si para si.

Muito bom recebê-lo em minha casa também! Abraço! E vamos continuar a confiar na vida! ;)

Paula Figueiredo disse...

Legal né, a foto? É bem essa ideia que tenho sobre a vida mesmo. A vida é um nunca se sabe. Mas a gente tem que ter a coragem de se doar para ela. Se equilibrar no trilho. ;)
Acho que os momentos estão sempre passando e a maior alegria que temos e podemos ter é de estarmos presentes aqui e agora! É tudo o que temos! Por isso, vamos dar o melhor de nós hoje, plantando a semente de tempos melhores.

Por isso não dá para falar não para nada. O melhor é abrir os braços e aceitar com gratidão tudo o que a vida tem para nos dar! Shanti! :) Não nos esquecendo nem por um instante de confiar na vida!

Obrigada por existir, querido amigo. Seu espelho me é luz! Abraço fraterno.

Anna Amorim disse...

Caro poeta,

Asas de cetim

Teus versos são carícias, delícias,
sensuais e ternas
aos meus ouvidos!

Antes do anoitecer, flor de luz!

Forte abraço

EU SOU NEGUINHA disse...

Ternura recheada de sensibilidade...
sempre bome star aqui.
Beijos em ti

Damage disse...

Belíssimo poema!

A bailarina
ornada em rosas
que rodopia
suave
sua silhueta
pela escuridão,
leva
oculta
dentro de si,
bem mais que
uma rosa negra,
leva a devoção
absoluta em ti.

Ps:Estou em novo endereço, quando tiver um tempo dê uma passadinha por lá ...

bjs

Everson Russo disse...

Meu amigo,,,como sempre digo,,,seus poemas são diferentes,,,tens uma sensibilidade impar,,,aqui fico eu imaginando essa bailarina rodopiano ao som desse piano de amor,,,abraços de bom final de semana prolongado...

REGGINA MOON disse...

Machado,

Que lindo soneto!!!Ao ler, imaginamos a cena completa do seu enredo, numa viagem poética encantadora!!Como sempre...belo!!!

Um grande beijo e tenha um lindo final de semana!!

Reggina Moon

Jôse Lopes - disse...

Me encantei com tudo que encontrei aqui, amo poesias e afins, gosto refinado o seu. Bom final de semana.

Aleatoriamente disse...

Carlos amigo querido.
Tanto carinho assim e eu ficando mimada rsrsrs.
Sabe? È tão bom esse carinho dos amigos, que minha alegria é transbordante, mas do que o costume. Vir aqui te ler, sorver conhecimento me deixa mais sábia.
Tua poesia é um afago não só para mim, mas para as pessoas que te admiram desta forma. Essa entrega nas palavras é um carinho na alma.
Obrigada querido por me ajudar a crescer em excelência.

Beijo.
Fernanda.

Uma aprendiz disse...

Oi, amigo

mais bailarinas? Que bacana.

Gostei muito.

um forte abraço e um ótimo final de semana

*Mi§§ §impatia* disse...

Oi querido......vc está seguindo um dos meus blogs.......o Templo da Sintonia o qual escrevo com a Neguinha.....e vim conhecer seu cantinho.......
Tudo lindo demais.......belos posts.....amei e virei sempre.
Um lindo fim de semana, beijos.

Carol Morais disse...

Machado, que lindo.
Quanta candura.
Encantador!

Um beijo

*Mi§§ §impatia* disse...

obrigada pelo carinho viu?
Quando puder e quiser vem conhecer meus dois cantinhos pessoais......espero que goste.....Beijos.

http://deliriosdamiss.blogspot.com/

http://cantinhodamissrj.blogspot.com/

Magia da Inês disse...

Olá, poeta!
Sua fonte de inspiração é inesgotável e cheia de delicadeza e lirismo...
Bom fim de semana!
Itabira
Minas

ONG ALERTA disse...

Apenas sentir a arte brotar, beijo Lisette.

Colecionadora de Silêncios disse...

Olá, querido!

Aqui, lendo seus poemas maravilhosos!

Adoro o seu poetar!
Beijos e parabéns!

Poetíssima disse...

Arte que arde ardentemente em nossas veias.. #

Abraços#

Cris de Souza disse...

A bailarina, sempre a rondar a ponta da pena.

Beijo, meu caro!

Flor da Vida disse...

Olá amigo! Que saudade de você! Saudade de te ler, sentir, e absorver o aroma dos teus sempre lindos e sublimes versos! Estou de volta, não deu pra segurar a saudade e também não consigo ficar sem escrever meus rabiscos,rsr... Mas estou muito feliz em estar aqui com vocês! Carinhos meus a ti... Bjsss

Paula Figueiredo disse...

obrigada por afagar meu coração caro amigo... Obrigada!
E continuemos a confiar na vida! :)

romantic disse...

agora esta trd bem meu querido.tudo em paz vim te desejar um otimo fim de semana! e te trazer brisas la do mar..bjos!

Everson Russo disse...

Um belissimo sabado pra ti amigo,,,muita poesia pra alimentar a alma...abraços fraternos.

Aleatoriamente disse...

Bom dia Carlos!
Vim reclamar, ficastes muito pouco lá em casa (blog) hehhee... Me acostumou mal viu? Eu falei! hehehehe...
É brincadeirinha querido.
Amei tua vsita, gosto dela d+.

Com carinho.
Fernanda.

Maria disse...

Amigo, mais um poema maravilhoso, terno e sublime.
Tenha um sereno e feliz fim-de-semana.
bjs do tamanho do inifito
Maria

Janaina Cruz disse...

Cuidamos de nossas asas, escondemos as do sol, do mundo, assim como escondemos nossos olhos tristonhos, mas estaremos sempre prestes a nos machucar e a queimar as nossas asas...
Teu blog é lindo Machado!!!
Estou dando início ao meu...

HD disse...

Ola Carlos,

Não conheco esta cidade anexa a Marialva... vou ver c/ minha tia.
Vc tem primos aqui em Maringá?
Vc conhece Maringá? Cidade Canção, Cidade Verde!!!

Sim, pensei nas canções. Creio q lindas poesias em forma de canção surgirão.

Bom fds.

Abraços
Suely

Jôse Lopes - disse...

Nossa, muito obrigada pela visita, sou apaixonada por reciclagem, vou começar a postar em breve,algumas façanhas.Meu blog de poesias.
http://contoserimas.blogspot.com/
Fique `vontade pra comentar, sugerir emfim. Tenha uma excelente semana.

HD disse...

Carlos,

Seu blog é SHOW!!!! Muito acessado e seguido.

Marialva é uma cidade produtora de uva, entao, o prefeito mandou fazer como monumento na entrada da cidade o "Cacho de Uva", uma obra toda de concreto armado representando um cacho de uva rubi. é mto interessante.
Vou ver com minha tia, ela é professora, já se candidatou a vereadora e conhece muita gente,deve com certeza conhecer seus parentes.

Quando vier a Marialva, venham a Maringá também, será um prazer recebe-los.

tenha um abençoado domingo.

Ah! A votação é apartir de amanha 10/10, acabei de incluir esta informação no blog.

beijos,
Suely

Aleatoriamente disse...

Carlos,
Fiquei sorrindo com teu texto rsrss...
Reclamei não anjo, só estava brincando.
Mas senti saudade de refletir em cima das tuas palavras.
Lá isso senti.
Tua poesia é sol, tuas palavras cheias de sabedorias, sempre gostei de aprender e acho mesmo linda tua poesia poeta.

Beijo.

Fernanda.

Paula Figueiredo disse...

Olá amigo,
concordo com você. Nascemos sozinhos e assim morreremos. Por isso, não devemos sentir apego. O amor incondicional é livre,sem dependências, sem exigências, sem garantias. Se jogar para a vida é essencial e a vida machuca. Só que tudo passa, a dor e o prazer, ambos são sensações que estamos vivenciando e que passarão se não nos apegarmos. Ciclos de vida - morte - vida. Só isso é certo.
:) Obrigada por suas palavras! Abraço! E vamos confiar no processo do viver recebendo tudo o que a vida tem para nos dar!

F@bio Roch@ disse...

Um soneto é sempre a mémoria viva daqueles que nos inspiraram na adoção da arte...e vc meu amigo é um ótimo representante do ESTILO, parabéns!!!

MUITO LINDO...ABRAÇO!!!

Dica Cardoso disse...

Chamas nas primeiras letras, fogo que arde? Não, é doce e suave. Ecos que ressoam em tão doce ordem vocabular, unidade das letras e sons, silêncio decifrado no embalo, imagens e ritos definem o tom, a tela é a poesia, por entre as palavras a bailarina rodopia, sendo elas aladas, sobre suas asas ambos voam rumo ao céu do encantamento e da magia. Eis o resultado: Poesia que a toda dor anestesia!

nalda disse...

retribuindo a visita e aproveito para dizer que MARAVILHA SEU BLOG! Seus poemas Belos. Abraços poéticos