sábado, setembro 11, 2010

O Bailar de Ouro



Foto: Gentileza do blog -  Imagine – Realize:



Sorri ao levitar da bailarina...
Aticei-me ao som daquele piano,
Na ousadia vibrei no teu recanto!...
Delirando, sonhei!...(a dança menina!)


Recitei versos nas cores da colina...
Anelei o mundo celeste do canto,
Curvei-me, atônito, ao teu nobre encanto;
As flores sorriram em cada esquina!


Refleti naqueles olhares ternos;
— Divinos são os olhos eternos!...
Ouvi sons com as cores de carmins.


Soaram mil vozes no chafariz;
Ouvi os cantos!... Na noite feliz!
... Adormeci no lençol de cetim!...


Machado de Carlos








Publicado no Recanto das Letras
Código do Texto: T2491091

67 comentários:

flaviopettinichiarte disse...

"...Recitei versos nas cores da colina...
Anelei o mundo celeste do canto,..."
muito Bom, como diz o meu critíco de literatura, o"o verso de ouro" talvez.
Obbrigado pela visita!!

Aleatoriamente disse...

Quando o sábado surge cheio de brilho de sol e pura poesia a tua bailarina dança na minha alegria, porque leio um lindo poema, de um grande poeta...
Ao fundo um cantar de pássaros porque belo é esse presenciar de entrega.


Beijo Carlos.
Fernanda.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
A bailarina com seu passos leves como plumas, nos faz sonhar, sonhos coloridos de amor.
Abração

ღPat.ღ disse...

E neste bailado de ouro, espero que teus versos sejam sempre com esta linda inspiração.

Que encanto poema brilhante!
Um beijo em teu coração.

Um fim de semana especial para ti.

Tere disse...

bom dia amigo!é sempre um prazer entrar aqui,para falar com vc.linda poesia.amei.beijos tere.

Úrsula Avner disse...

Olá meu caro autor,

versos adoráveis que envolvem elementos belos como a bailarina, a música, pássaros... Tudo que faz da poesia um primor. Texto encantador! Um abraço.

IT disse...

Do alto bailado mais alto bailado
Simplesmente bailarina, bailarina
Viver, viver...encantar, encantar
Do alto rodopiar, mais alto bailar.

Viver viver,bailar bailar
e não fingir.A vida é assim um sol que reluz. Sonhar sonhar,girar... Suaves essências misturam-se no ar
De doces bailados esperança reinará.
(rabiscos de IT)rs

O cérebro comanda os sentidos... emoção e o coração.Assim como a bailarina,não consigo parar de girar....

A você caro poeta desejo um 'bailado' intercalado a um rodopiar de sonhos. IT

Felina Mulher disse...

Mago...ao ler tão belos versos, não pude deixar de pensar numa menina muito querida, uma fada bailarina e queria pedir-te autorização para dedicar este teu poema à ela....posso?
É para a Pat, do sensualíssima e In(perfeita)....diz que sim?


Beijos....sempre muito lindo o que leio por cá.

Everson Russo disse...

Simplesmente maravilhosos,,,na leveza da bailarina os versos do poeta sonhador,,,encanta e canta o amor na plenitude desejada....mais uma vez amigo,,,só me resta aplaudir,,,de pé....abraços fraternos de bom sabado pra ti.

Lou Albergaria disse...

Mais um maravilhoso soneto, Meu poeta!

TENHA UM LINDO FIM DE SEMANA!

Beijo grande!

Você no SEMENTE DE AMORA só enriquece o debate. Obrigada pela presença!

HSLO disse...

Belo bailar viu..lembrei-me dos meus dias como bailarino.

abraços

Flor da Vida disse...

E assim, em tão lindos versos,
agente vai se aconchegando e
sentindo todo o perfume da
encantadora magia que envolve tuas
sublimes inspirações... Ficou
simplesmente divino o teu soneto!
Amigo, deixo a ti um abraço, meu
carinho, e o desejo de que tenhas
uma linda noite seguida de um ótimo
domingo! Bjsss

flaviopettinichiarte disse...

caro Machado, pode pegar a foto e os seu Devidos Créditos..(rsrsrsrs) sei que vc é um artista e fara bom uso desta imagem , onde o Fotografo ( eu )tem a sorte de ter tão bela modelo..(ela), grande abraço !
passa por lá tem novedades!

Livinha disse...

O sono não poderia ser mais que benfazejo, na sonoridade desse canto,
quando anjos faceiros, suavemente tocaram suas harpas em bemol, enquanto olhos de tu alma soaram bailarinas em espetacular arrebol.

Profundos versos de um romantismo impar...
ma-ra-vi-lha!

Feliz domingo

Bjs

Livinha

Aleatoriamente disse...

Meu querido...
Eu aqui lisonjeada com tantos comentários lindos, vindos dessa alma nobre!
O que posso dizer? Que me sinto muito feliz de trilhar caminhos tão belos.
Onde a poesia se instala na alma coisa que só a fala não dita a fundo.
Precisamos registrar para que se possa afagar com os olhos, quando a saudade apertar.
Amei cada um deles.
Cheguei de uma noite de plena vigília, onde presenciei o nascer do sol mais uma vez graças a Deus. É lindo! Presenciei os raios de sol abraçando a manhã de domingo e sabe no que pensei? Num cafezinho. Hehehe... Esse neguinho que gosto tanto.
É bom chegar aqui no meu cantinho e depois de um banho, saborear palavras lindas como as suas.
Obrigada!

Beijo.
Fernanda.

Lívia Azzi disse...

E o que a bailarina espera é que o seu bailar seja admirado e suas piruetas e pontas rigorosamente ensaiadas sejam aplaudidas; é isso que lhe confere sentido ao seu amor pela arte, saber que conseguiu emocionar e tocar com seus passos no coração do outro.

Assim como seus belos versos nos tocam e encantam com palavras de ouro.

Um beijo!

Sandra Botelho disse...

E no bailar da bailarina, nasceram versos encantadores...Lindo demais meu querido .
Bjos achocolatados

Everson Russo disse...

Meu amigo, obrigado pelas palavras registradas no Livro,,,muito importante pra mim sua amizade,,,abraços fraternos de uma bela semana pra ti.

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta
Quanto lirismo e suavidade neste belo poema, adorei.

beijinhos
Sonhadora

Felina Mulher disse...

Adoro você meu anjo...e obrigada por me deixares oferecer este tão belo poema para minha linda amiga fada bailarina.

Um belo domingo de sol, é o que te desejo.


Beijusssssss

legalmente loira... disse...

querido machado,
neste lindo bailado meu domingo fica mais feliz.
encantador...ouço os cantos....
bjos com carinho.

Insana disse...

dancei em sua melodia.

bjs
Insana

Imagem e Poesia disse...

Que belo escrito, poeta!!
Uau! Adorei!
Feliz bailarina...
Beijinhos
Ceiça

Tania T. disse...

Ah.. que encantador.. pude sentir cada palavra!! *-*

mágico!!!

Beeijo

Aleatoriamente disse...

Carlos foi bom refletir em meus olhos,a cor bonita das tuas palavras quando acabei de acordar.
Esses mimos que aquecem nossa sensibilidade.
Tão brilho de sol.
Obrigada querido amigo.
Beijo.
Fernanda.

REGGINA MOON disse...

Machado...

Que lindo!!Adormecer nos lencóis de cetim nesse seu bailar de amores!!

Parabéns Poeta!

Beijos e boa semana!

Reggina Moon

Lou Albergaria disse...

Passando para lhe desejar uma linda semana de muito amor e tesão sempre!!!

BEIJO GRANDE!!!

Cris de Souza disse...

Bailei!

Tecido à fio de ouro...

Um rodopio de beijos.

RECANTO DA POESIA disse...

Da semente de um querer
Que não tem fim
Vou buscar além do horizonte
Matizes e enfeites
Margaridas e tulipas
Orquídeas também
Para alegrar a vida do meu bem

(Vera Helena)

Feliz Semana e beijos meus! M@ria

Anna disse...

... e o azul celeste cai sobre nós.
Que Deus o abençoe!

Ana Gaúcha _Professora disse...

Soaram Mil vozes
Ouvi Cantos........
.......
Era o GOLLLLLLLL
do Grêmio!!! kkk
kkkkkkkkkkkk

PRAZERRRRRRRR!!

Aceito a rosa vermelha!!

Volte e siga-me!!

BOMMMMMMMMMM
DIAAAAAAAAAAAA!!
abçç

Dica Cardoso disse...

E aqui está mais uma vez... E como num sonho realizado ‘dum pedido de estrela cadente, bailando sobre um piano, embalo-me ao som que emana de tão mágicas palavras... É como estar a bailar ‘num delicado conto de fadas, giros e rodopios no esconde-esconde das palavras que faceiras brincam a formar tão lúdico acróstico, ditado ao compasso do vento, refletindo os acordes do tempo... Dança diáfana a bailarina a sinfonia das letras em movimento!

Aleatoriamente disse...

Bom dia Carlos!
Passei pra deixar um beijinho.
Agradecer o carinho.
Palavras bordadas com tanta delicadeza e eu aqui agradecida.
Hoje uso uma flor branca para combinar com minha blusa.
Se pudesse deixava uma para cada amigo meu, mas vale a intenção.
Sinta-se presenteado
Por agora, preciso ir.Outra hora demoro mais.
Tenho aula.

Beijo.
Fernanda.

Livinha disse...

Bom Dia!!!
Olha só. Estamos sempre bem acompanhados, pelos anjos que nos conforta, incentiva e acalma. De tal maneira, que eles sopram pra gente um conselho amigo, que seja através de uma carta, um recado, uma propaganda, um cartaz na rua, até mesmo uma folha que o vento sopra ou que seja até um tropeço com alguém nas esquinas da vida e assim hoje chega você com o tal do "deixa o carro na garagem".
Eu sou pensionista e todos os anos tenho que escorregar até Ribeirão pra renovação do cadastro da Receita Federal. O que pra mim é um transtorno. E fico aqui a pensar numa musiquinha que aprendi na infancia, no centro espírita: ♫Vou, vou não vou, vou não vou, vou vou não vou♫... mas tenho que ir, que horror!!! rsrss O impasse, de bus ou de carro? De bus é andar da rodoviaria de Ribeirão até a receita a pé e voltar para casa, sabe lá Deus que hora pra chegar. Vou de carro, decido. É o jeito, não tem outro feito. Me chega o Carlos e me fala exatamente nisso. pergunta-se: É mensagem? Mas eu sinceramente não encaro. Então vou de carro.
Fico um pouco insegura, afinal já rodopiei a tua cidade uma vez, que achei que nunca mais conseguiria sair dela. Sempre me perco na hora da saída. rsrsrs... Mas eu vou encarar de qualquer jeito.
Valeu a dica. Anjos te mandaram? mas Livinha é teimosa meu amigo.+ risos ainda.

Bom, aproveitando para dizer que vou levar teu recanto com essências românticas para minha lista de blog agora!
Um lindo dia pra ti e obrigado pelas palavras deixadas por lá. Adoro recebe-las.

Bjs

Livinha

Everson Russo disse...

Uma excelente semana pra ti amigo...abraços fraternos de paz.

romantic disse...

e com teus versos danço ao vento...bjs querido!boa semana!

Uma aprendiz disse...

Bailarinas são sempre fonte de encantamento.

Gostei.

abraço

Felina Mulher disse...

Com votos de uma semana feliz te trago ele, Carlos Drummond de Andrade!
AUSÊNCIA

Por muito tempo achei que a ausência é falta. E lastimava,
ignorante, a falta. Hoje não a lastimo. Não há falta na ausência. A ausência é um estar em mim. E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços, que rio e danço e invento exclamações alegres, porque a ausência assimilada, ninguém a rouba mais de mim.
Beijusssssssss

Flor da Vida disse...

Amigo, vim novamente pra te deixar
um abraço e meu carinho... Ótima
semana pra ti... Bjsss

Aleatoriamente disse...

Carlos...
Obrigada pela linda visita.

Um beijinho.
Fernanda.

Magia da Inês disse...

Olá, amigo poeta!
Que imagens suaves e poéticas!...
A cada soneto você se supera...
Beijinhos.
Itabira
Minas

Úrsula Avner disse...

Olá poeta,

delícia de soneto- um bailar de ouro em versos poéticos... Sempre me emociono com seus comentários em meu cantinho. Muito obrigada por seu grande carinho e amabilidade. Alegro-me que aprecie o que escrevo e perceba características minhas através das poesias que elaboro. Um abraço com minha admiração e carinho.

Amor feito Poesia disse...

Eu quero um punhado de estrela madura
Eu quero a doçura do verbo viver.

(Caio F. Abreu)

Saudações Poéticas!! M@ria

Anna disse...

Escuta

Escuta, amor, escuta a voz que ao teu ouvido
Te canta uma canção na rua em que morei,
Essa soturna voz há de contar-te, amigo
Por essa rua minha os sonhos que sonhei!

Fala d’amor a voz em tom enternecido,
Escuta-a com bondade. O muito que te amei
Anda pairando aí em sonho comovido
A envolver-te em oiro!… Assim s’envolve um rei!

Num nimbo de saudade e doce como a asa
Recorta-se no céu a minha humilde casa
Onde ficou minh’alma assim como penada

A arrastar grilhões como um fantasma triste.
É dela a voz que fala, é dela a voz que existe
Na rua em que morei… Anda crucificada!

Florbela Espanca

- Trocando olhares
- 21/07/1916

Aleatoriamente disse...

Bom dia Carlos,
Tão lindo o teu comentário.
Cada frase um carinho obrigada!
Hoje nasceu um novo dia, mais lindo que o outro.
Com certeza, cheio de coisas boas e paz.
Beijo! Estou indo se Deus quiser volto mais tarde.

Deixo um sorriso.
Fernanda.

Patrícia Lara disse...

Olá!

Belo soneto! Ao ler os seus versos me senti bailar junto a sua bailarina.

Beijos,
Patrícia Lara

Rodrigo Braga disse...

Como um soneto nos leva a impressões quase ancestrais!

Muito bom! Parabéns!

Flor da Vida disse...

Amigo, oi meu amigo! Estou aqui
tentando encontrar palavras pra agradecer ao lindo soneto que a
mim deixou, mas o que dizer diante
ba beleza e doçura do teu gesto?!!
Mas te agradeço de coração e rogo
a Deus que o abençoe e ilumine
sempre e sempre!
Tens sempre meu carinho e minha
admiração... Bjsss

Everson Russo disse...

Uma terça feira de muita poesia pra ti a migo..abraços.

Luciana disse...

Oi Carlos

Que texto lindo eu adorei a bailarina obrigada por compartilhar textos lindos conosco.
Vou te add sim vai ser um prazer ser tua amiga no Orkut.
Bjs

Aleatoriamente disse...

Carlos...
Hoje tudo estava pleno.
Só faltou a flor nos cabelos rsss..
Não a esqueci, estava na bolsa.
Tudo quase completo e eu um pouco tímida.
Mas logo normalizou.
O céu estava lindo, o sol beijando a terra
e eu aprendendo a ser adulta na seva de pedra.
Obrigada por seu carinho, o dia está gargalhando hoje.

Beijo.
Fernanda.

Felina Mulher disse...

Beijo pra ti grande poeta!

Luciana disse...

Oi Carlos, com certeza deve estar em um plano bem superior que nós.
Eu que agradeço pela nossa amizade e agora no Orkut.
Bjs e boa noite

Aleatoriamente disse...

Carlos, boa noite!
Vim agradecer o fraterna e lindo carinho.
Uma fresta de sol na minha poesia.

Beijo.
Fernanda.

MEUS POEMAS disse...

Oi querido, passei pra agradecer e te deixar um beijo!
Gena

Aleatoriamente disse...

Bom dia Carlos!
Amei teu comentário,
é sempre bom lambuzar os olhos de doçuras pela manhã.
Sabendo que a redação está “majestosa”, fiquei só alegria.
Obrigada querido.
Preciso ir.

Beijo
Fernanda.

Everson Russo disse...

Um belissimo dia pra ti amigo...abraços fratenos.

Uma aprendiz disse...

Interessante.
Também escrevi sobre bailarinas e música. rsrsrs
Quando puder, leia "Amor em Cena" e "Amor em Concerto" lá no meu cantinho.

abraços

Anônimo disse...

Marta Cosmo disse:

Respondo ao teu lindo poema
" Bailar de ouro"
com um de minha autoria.
Espero que gostes.
Fiz :

"Para meu amor"
(Marta Cosmo)

E o amor sobre o gelo
bailava em enlevo
Em notas singelas e suaves
de êxtase e melancolia...
Ora com a solidão...
Ora com a distância...
Ora com a nostalgia...
E percorria
por vezes,
em linhas retas,
outras circulares
o temido vazio...
Saudades impares,
seculares
Em serpentinas ternas ...
Lembranças eternas
Um desafio!
Seria esse seu destino?
Mas os passos insistia
A dor no peito
As lágrimas
Continha...
Parar não fazia sentido
no piano tocava
as mãos da fantasia
e o sonho de longe aplaudia
Agora era preciso
erguer nos braços
a esperança
descê-la em delicadeza
rodopiá-la

Amor feito Poesia disse...

Vem do mar esse gosto de poesia
trazido pelo vento nas areias
a embalar a clara luz do dia...

£uma

Beijos poéticos neste dia! M@ria

Anônimo disse...

15/09/2010 10:57 - CARMEM ARAUJO
BOM DIA,MEU POETA AMADO... FELIZ POR TUA VISITA,NO MEU CANTINHO...QUANTO AO BAILAR DE OURO,SEM PALAVRAS,SÓ POSSO DIZER MARAVILHOSO...BEIJOSSSS

Anônimo disse...

15/09/2010 09:36 - Gaby Anile
Que lindo,sutil...muito bom!!!!! Abraços

Anônimo disse...

14/09/2010 20:50 - A Flor Enigmática
Maravilha.bailado de Amor..nada tem de melhor*Parabéns.. Grata pela visita ,gostei de te ver lá..Bjuss\Flor*

Anônimo disse...

14/09/2010 06:55 - Patrícia Correia
Maravilhoso! Lençol de cetim é tudo de bom rsrs... Agradeço sua visita e volte sempre, beijos!

EU SOU NEGUINHA disse...

A linguagem da poesia em todas suas nuances em plena harmonia.
Muito honrada por sua presença em meu canto...
Beijos da Nega

Pelos caminhos da vida. disse...

Esse Bailar de Ouro me fez sonhar, ir além...

beijooo.

Ana (Ballet de Palavras) disse...

Machado de Carlos,
Devoluta de palavras, por instantes, na leitura do seu texto.

O bailado é uma comunhão de corpo e, alma. O seu bailado de ouro foi poetizado por uma pérola de ternas emoções que rodopiam na emoção que o poeta encerra … você.

Um sorriso bailarino e, uma vénia de admiração para si.

Ana