quinta-feira, novembro 05, 2009

Hino à Medusa


Um comentário:

Olhos de mel disse...

Querido amigo, até em momentos nostálgicos seus sonetos espalham brilho e beleza. Tudo é passageiro nesse mundo. Mas devemos aproveitar enquanto durar. São sonhos que se transformam em pesadelos. Faz parte da vida. Precisamos aprender a renascer a cada morte emocional.
Bom fim de semana! Beijos