quarta-feira, janeiro 05, 2011

Recanto da Lua


Imagem gentilmente cedida pela Modelo Dica Cardoso
blog: http://imaginerealize.blogspot.com/





Teus lábios flor dum puro carmim!...
Tu és a síntese da minha vida,
Da janela vislumbro teu jardim;
Vi teus olhos com a luz colorida!...


A estrela brilhara no camarim
de uma luz doirada na jazida!...
beijei teu rosto com riso marfim,
Vi o fim da dor naquela saída!


Li teus poemas como Rei do Sarau;
estão guardados...(livres no varal)
com o brilho dos lábios vermelhos!...


Hoje ao ouvir o som do piano!
Sinto as águas do belo oceano...
e espelha o Céu da bela modelo!...


Machado de Carlos



90 comentários:

Marion Lemos disse...

Que encanto!
Apreciar seu trabalho é como estar em um sonho..
Adoro!
Parabéns, belíssimo soneto!..
Linda tarde para você meu amigo.

Sempre grata.

Um beijo em tua alma.

Marion

B&!!@ disse...

Fica combinado assim
Te dou a lua lá do céu
voce me dá
Voce para mim
Vitor Chaves

aceita????

lindo poema...amei..bjus

SAM disse...

Querido amigo,


um soneto tão belo...Li com a alma! Obrigada.


PS: Amigo rsrs voce sabe que eu ja tinha esquecido daquele video ? Hahahahaha é verdade! Ganhei de um afilhado. Foi bom porque revi alguns momentos bem felizes da época e senti saudades daquela garotada bonita que hoje ja estão formados, trabalhando, casando...Meu primeiro sobrinho - neto. Hoje tenho 3! Foi muito bom! Obrigada!


Beijos com carinho e uma maravilhosa noite.

Ana Martins disse...

O Recanto da Lua só pode mesmo ser inspirador!

Beijinho,
Ana Martins

Flor da Vida disse...

Amigo querido, é muito gratificante te ler! Mágico soneto!!! Carinhos pra ti... Bjsss

HSLO disse...

Bonito demais Machado.

Um forte abraço.

Elaine Barnes disse...

Bonito ter alguém que compõe a síntese da nossa vida. Adorei ler as palavras que sairam tão suaves como nas teclas de um piano. Montão de bjs e abraços

Lívia Azzi disse...

Querido Machado,

Sua poesia me faz imaginar e despertam os meus sentidos!

A cada verso, um novo cenário se passa a minha mente. A delicadeza das palavras me encaminhou a uma encantadora viagem!

Ah, escutei daqui o som do piano!

;-)

Beijos!!

Tania regina Contreiras disse...

Soneto ca carmim e de marfim...Belo!
Beijos

*Mi§§ §impatia* disse...

Lindo demais amigo querido.
Beijos.

Vivian disse...

...mas é sempre uma delícia
ler você!!

bjbjbjbj feio!

Marion Lemos disse...

Voltei para apreciar um pouco mais, e desejar lindos sonhos..
Muito obrigada pelo carinho em minha página, adoro seus comentários.. são poesias também..
Simplesmente lindo..

Um beijo em teu coração.

Marion

Ana Agarriberri disse...

Que bonito. Saudades eu estava daqui, continua lindo teu espaço. Parabéns.

PS: Que teu 2011 seja cheio de coisas boas, com tudo aquilo que desejas. Beejo,beejo. =)

Daniela Delias disse...

É muito lindo...tbém voltarei aqui! Um beijo!

HSLO disse...

Machado,

obrigado pela sua visita viu...sua presença é sempre bem vinda. Estou bem sim...super feliz. Entrei 2011 muito feliz pois, passei em um concurso público que estava aguardando. E também estou com mais fé que tudo vai da certo esse ano.
E você, como vai?

Abraços
de luz e paz

Premícias do Reino disse...

... “Entre os que são tidos por loucos, muitos há que apenas são subjugados; precisariam de um tratamento moral, enquanto que com os tratamentos corporais os tornam verdadeiros loucos. Quando os médicos conhecerem bem o Espiritismo, saberão fazer essa distinção e curarão mais doentes do que com as duchas”. Allan Kardec – O Livro dos Médiuns.

AyméeLucaSs disse...

Ola,
Mais uma obra de arte!
A sua poesia tem tanto desejo, e eu lendo tem um trecho que ao interpretar eu imaginei asim:
"Da janela vislumbro teu jardim;"
Aqui vi voce abrindo um botao da camisa dela, kkkkkkkkkkk
Esta janela que estava fechada voce abriu sorrateiramente e viu um grande jardim, rsrsrs
Sera que esta janela era assim imaginaria ou era realmente uma janela? rsrs
E este oceano que refletiu a imagem dela... Nossa ela ficou imensa em sua mente, tomou todo o seu ser! rsrs
Eu estava com saudades... Vou te enviar um heavy etal de avenged sevenfold que tem tanto piano... Assim ao ouvi-lo voce podera criar um lindo poema para mim!
http://www.youtube.com/watch?v=3plt6wMQyQE&feature=player_embedded

Te uma outra deles que também tem o som do piano. Depois vou encontrar. Nesta, eu adoro sentir o piano, mas tem vez que nao gosto do tom da voz dele e quando a guitarra entra eu acho lindo!
Eu desapareci por uns dias, foi porque estava escrevendo sem parar... escrevi um conto de desanimar qualquer um de ler, rsrsrs
Bjus :-D Saudades.

Pérola disse...

Uma modelo linda!!!
Que baila pelos salões da vida iluminando seu coração.
Lindo poeta.
Beijokas.

Everson Russo disse...

Uma declaração de amor musicada pelo luar,,,pelo brilho da alma de quem ama,,,belissimo amigo,,,abraços de bom dia pra ti

Vivian disse...

Olá!!

Belíssimo poema!!Escreve como os antigos poetas!!!ADOREI!
Me embala em sonhos...
Adoro poesia!!
Obrigada pela sua visita!!E seu comentário!!Seja sempre Bem Vindo!!
Lindo dia pra ti!
Atenciosamente

Tania T. disse...

Perfect!!

Vc escreve demais!! Adoooro!!

=))

BjoO

MEUS PENSAMENTOS disse...

MEU QUERIDO TE LER É SEMPRE UM PRAZER DOCE E AGRADAVÉL!
UM SHOW SEM FIM!
BEIJOS!

Pérola disse...

Menino do céu aquele poema é doido,eu ñ entendo disso ñ.
To aprendendo rs.
Mas até que ficou bonitinho né rs.
Valeu pela visita assim mesmo,aquele blog vai ficar para rascunhos só.
Beijokas poeta.

Pequena P@ty disse...

Como sempre, é um prazer ler seus poemas, lindos e encantadores.
apenas parabeniza-lo sewria pouco e acho que vc ja esta acostumado com parabens, mas...o que dizer: Parabens por nunca perder essa sensibilidade. bjs

AyméeLucaSs disse...

Achei a outra musica deles de piano... Vou mostrar em video e em um outro link vc podera ver a traduçao...
Eles homenageiam o baterista Jimmy que faleceu acho que ano passado, por overdose. Ele era muito querido pelos jovens que curtiam este grupo.
http://letras.terra.com.br/avenged-sevenfold/160605/traducao.html

http://www.youtube.com/watch?v=jpJ1yUFV-iQ&feature=player_embedded
O piano nao dura tanto nesta musica, pois a guitarra e contra baixo toma conta do resto...
Eu respondi la no meu blog a voce. Bjus

Daniel Costa disse...

Machado Carlos

Belíssimo poema, como é bom ler-te!
Sei que escrever bons poemas é o teu normal, por isso vim viver um bom momento de poesia.
Abraços

AyméeLucaSs disse...

Esqueci de dizer que deve ter paciencia em escutar porque la no meio o piano volta, kkkkk Paciencia ok! Depois começa os gritos, kkkkk ai se voce nao gostar abaixa o volume, hehehe

Esta aqui tem um final maravilhoso!
http://letras.terra.com.br/avenged-sevenfold/1716840/traducao.html

Lua Nova disse...

A magia da Lua nas palavras do poeta... lindo!
Que este ano seja perfeito pra vc e que vc realize muitos sonhos que o façam feliz.
Beijokas e meu carinho.

Ana Gaúcha _Professora disse...

poetaaaaaaaaaaa
todo inspirado
todo Romântico

BRAVO!!!

BELAS IMAGENS Tbmm

bjs
BOA SEMANA

ValeriaC disse...

Querido... que delicadeza, que sensibilidade encontrei nestes versos seus.... lindo...

Doce tarde...beijinhos
Valéria

Sandra Botelho disse...

Meu querido mais uma jóia que sai de tuas mãos. Parabens pelo lindo poema e pela musa inspiradora.
Bjos achocolatados

Flor da Vida disse...

Amigo, vim lhe deixar carinhos e um abraço apertadinho de amizade, viu? Bjsss

EU SOU NEGUINHA disse...

Poeta..
Pura magia,ler-te me faz sonhar...
beijos

Premícias do Reino disse...

A desigualdade verificada entre as classes sociais, no universo dos bens terrenos, perdurará nas épocas do porvir?

-A desigualdade social é o mais elevado testemunho da verdade da reencarnação, mediante a qual cada espírito tem sua posição definida de regeneração e resgate. Nesse caso, consideramos que a pobreza, a miséria, a guerra, a ignorância, como outras calamidades coletivas, são enfermidades do organismo social, devido à situação de prova da quase generalidade dos seus membros. Cessada a causa patogênica com a iluminação espiritual de todos em Jesus-Cristo; a moléstia coletiva estará eliminada dos ambientes humanos.

Emmanuel / Psi. Francisco Candido Xavier/ Livro: O Consolador.

Suely - HD disse...

Olá Carlos,
boa noite Poeta!!!
Estou ausente esta semana (viagens trabalho), mas consegui acessar agora seu blog e deixar comentário.

Muito lindo o poema.

Parabéns!!!

beijos
Suely

Chris Amag disse...

Olá!

Puxa, gostei de ver o acróstico no Recanto, principalmente ler os comentários...

Bjs
Chris

romantic disse...

és um poeta é um amigo muito querido bjos!

Everson Russo disse...

Um belissimo final de semana pra ti amigo,,,abraços fraternos.

Cris de Souza disse...

enluarado...

beijo, cantador!

Colecionadora de Silêncios disse...

Olá, amigo Poeta!

Que maravilha de soneto! :)
Vc encanta com esse seu jeito todo único de versar. :)

Adoro ler-te!
Beijos

Meus Vícios‏‏ ♥‏‏ disse...

Oi meu anjo lindo.
Fico feliz por você estar na minha lista de amigos de Blogs.
Olha passa lá e pega um selinho pra você, é que nem sempre posso deixar na página da pessoa, como eu gostaria, mas está indicado seu Blog pra pegar o seu selinho presentinho do meu coração.
Beijos
Eu! Leilinha

AyméeLucaSs disse...

Ola,
Vou iniciar postando uma frase sua:
"Fico me imaginando escrevendo um romance. Pensei em escrever romances, mas não consigo montar uma estória. Mas admiro muito quem escreve."
Voce esta se substimando... Voce ja escreve.
O que fazer? Primeiramente voce tem de analisar... "Eu sou um pensador?
Sim, eu sou, penso em tanta coisa. Ando pelas ruas e penso sem parar. Se vejo algo ou leio sempre me vem uma ideia que outro nao pensou,nao escreveu"... entao quando vier o pensamento corrre e escreve, nao deixar ele escapar.

Se voce é assim, entao maos à obra porque vai sair sem nem voce imaginar!

Quando voce escrever depois que surgir uma ideia, procure escrever do mesmo modo em que voce escreveu aquele enorme recado para mim... Um ser no seu dia a dia, sem tantas palavras dificeis.
E' logico que voce deve mostrar os seu nivel cultural, mas nao por todo o tempo em sinonimos e sim em formas de demonstraçao do que voce aprendeu, sofreu, alegrou, porque quem vai ler o que voce escreve, (isto imaginando que o que escreveu virou um livro, suponhamos isto)quem vai ler muitas vezes tem pressa, o tempo usado para a leitura sao em momentos vagos, como uma ida ao trabalho no metro... Uma pausa para o cafe no trabalho,quando levar a criança no parque ou cao, esperar um atendimento no medico, dentista, entende... e nestas horas como o tempo é curto, nao tem como usar um dicionario, e as pessoas simples que nao tem um nivel de faculdade, ou familia de berço também amam ler e quando a leitura é simples a gente caminha pelo livro como se estivesse escorregando em um escorregador.
O escritor nao pode ser como um politicco que tenta disfarçar seus erros falando dificil. Ou um advogado que tenta ilusionar uma situaçao constrangedora.
Um escritor propoe ao leitor um modo de analizar algo que leu comparando à sua vida, algo que viveu.Dependendo do personagem, isto sim tera de colocar palavras do nivel dele, mas se quizer. Nao ve os filmes?
Quando voce ve um filme, pode notar que os dizeres sao simples, porque é ai o segredo de conquista de publico.

AyméeLucaSs disse...

Continuaçao, rsrs
Escrever um romance é muito diferente de uma poesia, porque a poesia nao tem como explicar tanto, entao voce podera usar meios(palavras) que amplificaria, como neste seu poema onde voce fala do oceano como se ela fosse grande!

Eu tenho um blog nos meus preferidos que se chama Blog do escritor... Ele estava parado, mas antes do Natal ele começou a escrever no blog de novo... O blog dele ensina tantas coisas que nos ajuda a entender um escritor e o que devemos colocar na historia para chamar a atençao de alguem.
Vai nos blogs que sigo e entra para ver.Se chama Blog do escritor.

Seu trabalho é maravilhoso, mas chega uma hora que o escritor quer mais! Nao pode virar rotina... Bem eu ja comecei no querer mais kkkkkk
Uma vez eu pensei assim: Um escritor é como um viciado... Quando uma droga nao faz efeito, vai buscar outra que nos realiza, kkkkkk

Te dou uma outra ideia: Aquilo que me escreveu sobre a transformaçao de uma musica, é ja uma ideia... Nossa quando voce escreveu, eu aqui ja fiz todo o cinema, protinho. Imaginei um homem contando a sua vida até ao sucesso, fazendo aquilo que voce falou, transformando seus poemas e musica, sair para fora do pais para crescer, se enraivecer de ver suas escritas perdidas, e entao para nao perder o que criava, começou a aprender musica e ele mesmo criava tudo, nao precisava de ninguem e o sucesso foi surgindo, casou, nasceu filho, a mulher atrapalhou ele crescer em vez de ajudar, ele a deixou, mas sentia falta de sua filha quando ela casando novamente foi para o exterior e nao poderia ve-la. Começou a beber...(tanta coisa aqui poderia acontecer com este homem) Estava nas ruinas até quando um novo amor o levantou... Encontrou por acaso, talvez derrubando algo quando passava perto. Trocaram olhares...sorriram se falaram... (A vida como ela é, entende)
Era uma mulher que fazia parte de uma orquestra famosa, e ali tudo mudou... Levando o seu trabalho para as plateias em forma de musicas. kkkkkkkkkkkkk inventei tudo agora, kkkkkkkkkkk
Meu amigo disse que minha imaginaçao é muito fertil... O meu esterco é saudade, tristeza, desamor, amor, alegria, vida, força e por ai vai!

Olha quando voce vem falar comigo, é daquele jeito que voce tem de por no papel... Completamente normal ao pensar, rsrs E como a ideia foi sua, começa a reproduzi-la, rsrs So te dei um empurrao!
Bjus

Daniele Barizon disse...

Muito bonito, amigo!! Sigo o blog!!

Bjs!

ONG ALERTA disse...

Belas palavras fazem bem a alma, beijo Lisette.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Um poema cheio de muitos encantos,Machado. Como um prisma de cores que a gente não sabe qual o melhor ângulo de se olhar.Parabéns. Um abraço.

Jandy disse...

ola adorei seu blog
e estou seguindo ok!
Beijos
segue tb
jandyscorpion.blogspot.com
Mta luz e paz!!

Janaina Cruz disse...

Lábios vermelhos de uma linda mulher que faz e que vira poesia é mesmo encantador.

No recanto da lua devem morar as mais belas inspirações para os olhos apaixonados de um poeta que domina a poesia com maestria.

Um abração meu amigo, ótimo fim de semana pra ti.

Camila Lima disse...

Belissima composição, poeta!

Silviah Carvalho disse...

Espaço lindo! soneto maravilhoso, fazendo das palavras uma encantadora homenagem.
Bjs.

Marion Lemos disse...

Seus comentários em minha página,
me fazem muito bem.
Melhor ainda é passear pelos lindos versos de seus sonetos..
Escreve mais... teu trabalho é um presente para todos.
Grata pelo carinho.
Linda noite e lindos sonhos.

Um beijo em tua alma.

Marion

Pérola disse...

Vim te dar o meu bom dia meu querido.
Beijos.

Pat. disse...

Cada vez que venho aqui me surpreendo com sua forma de expressar sentimentos através dos sonetos!

Muito especial meu querido Machado.

Deixo-te meu muito obrigada por tuas palavras e visitas em meus blogs e o desejo de que teu fim de semana seja maravilhoso!

Beijos, beijos e beijos.

Everson Russo disse...

Um belissimo final de semana pra ti amigo,,,abraços fraternos pra ti...

Paula Figueiredo disse...

Oi amigo! Obrigada por suas doces palavras, que sempre me enchem de entusiasmo e me dão novo ânimo. Eu estou por aqui, mas realmente, nem sempre. Estou em processo de mudança de apartamento, aí já viu. Muito obrigada por sua amizade!

Ler você sempre me faz suspirar.

E vamos confiar na vida! :)

orvalho do ceu disse...

OI, Carlos
Passo,com calma,pra desejar-lhe um Novo Ano cheio de paz e prosperidade em todos os sentidos...
Cheguei ontem de viagem...
As minhas férias foram deliciosas... Junto à família tudo é bom demais!!!
Poetisar é uma forma de amar...
Abraços fraternos com gostinho de início de ano

Suely - HD disse...

Olá Carlos
Tudo bem querido Poeta?

Quero que saiba que para mim é mto prazeroso estar nesse blog recheado inspirações poéticas que nos fazem sonhar e amar.

Parabéns!!!!

beijos
Suely

AyméeLucaSs disse...

Voltei so para te responder...
Eu li tudo e viu? Eu estava certa... Voce estava no medico, rsrsr so que em vez de ler, voce faz como eu... Escreve...
Mas lembre-se que nao todos escrevem. A maioria le. Eu nao consigo ler, eu quero escrever!kkkkk

Voce esta certo quanto pesquisar de vez em quando para escrever. Eu estou escrevendo um romance e tentando colocar um pouco de misterio e ja coloquei o titulo: Era voce que me seguia!
E inventei de criar a estoria nas redondezas de Chicago, rsrs
Tenho pouca ideia de Chicago, so atraves de filmes, entao vou ter de pesquisar como sao as estradas, a regiao. Eu sei que é uma regiao fria, se situa mais proximo do Canada, mas vou ter de buscar mais ideias... Quanto ao resto sera tudo inventado eu vou la na estoria e cada personagem eu me transformo sendo ele... Quando um tem o rosto chateado,eu fico aqui chateada, quando chora e imagino o choro (por pouco eu choro)kkkkkkk se corta o pe eu sinto, se morre eu me imagino morta para descreve-lo.
E' assim eu sou cada um deles... Adultos, jovens, crianças...
Nesta minha estoria tudo se inicia com uma morte e sera uma mulher a mata-lo... Seu marido desesperado vai ao encontro do desespero dela e a encontra todo fora do normal insanguentada e depois a estoria volta para anos antes na juventude e começa a descrever tudo até chegar la naquele momento que descobrem quem era o que seguia. Nao vou dizer quem era, vou criar na juventude varios personagens suspeitos, e os lugares eu vou imaginar do meu jeito criando os ambientes do modo que posso, usando jardins, escolas, parques de diversao, barco no lago, coisa que existem na minha mente!
Espero que de certo, mas eu sei que sera muito dificil conclui-lo.
Faz um mes que nao escrevo nada nele, o que fiz, fiz em dois dias, mas parei.

Circulo Vicioso eu inventei tudo, mas nao descrevi tanto os lugares. Era Manhatan e o que escrevi foi mais as açoes, nao falando tanto dos lugares.
Eu dei o nome de livro de bolso, por ter sido pequeno. Circulo Vicioso... Mente suja e perigosa, podera ser todo reformulado fazendo aumentar paginas. Posso fazer o vilao agir ou descrevendo mais lugares de Manhatan ou descrevendo os rostos de cada um... Nada disto eu fiz, mas ficou bom de ler!

Eu sou igual a voce em uma coisa... Se depender de ter de ir atras da midia para ficar famosa nao tem como!
Eu escrevo, so escrevo, nao sei e nao quero mostrar e correr atras de varias editoras. Teriam de ser eles a me encontrar, e como isto nao existe, eu vou escrevendo aqui mesmo no blog so para agradar a mim mesma!

Dizem que a morte traz fama, entao depois quem sabe me vangloriam, como vejo ai nos Blogs todos a vangloriar tantos que se foram, e muitos até mesmo atraves de suicidios.
Sabem porque eles se matam? Porque queriam isto que a gente sonha e nao consegue. Assim ficam sofridos por idealizar alto e nao chegar nem na metade das alturas...
Aquele escritor Hungaro foi assim, se matou e agora é famoso... Elvis, Elis, Modigliani, Esta poetisa que voce mencionou (Eu ainda nao li sobre ela, mas vou ler)Fernado Pessoa foi uma doença nao? Todos querem o sucesso, e nao vem, por isto se matam.
Eu nem ligo, so quero escrever e deixar raizes!
Beijos agora eu vou escrever mais um pedaço da historia das duas irmas em uma viagem diferente!rsrsrs Toda vez que falo desta irma, eu imagino a minha irma, e entao fica tudo tao facil!

AyméeLucaSs disse...

Quando falei sobre desejar a fam, eu me expressei incorretamente ao citar certos artistas como elvis... elvis teve a fama, elis Também, talvez nao como imaginaram, desejaram... ou quando surgiu o sucesso nao souberam lidar com ele, porque sucesso demais é muito extressante... como poderemos criar, inventar quando o tempo passa a ser restrito, nao exite paz! rsrsrs
Quando abri meu blog e comecei a visitar outros, eu vi que todos vangloriam demais cada plavra de Clarice Lispector... Eu so vim a saber deste personagem atraves dos blogs, eu antes nunca tinha ouvido falar, e todo mundo se compara a ela e eu aqui fico so imaginando... "Nossa quanta gente é igual a outra!" Sao todos iguais, desejos iguais, dores iguais, so que muitos nao conseguem falar, entao copiam!kkkkk rsrsrs Beijos

JB disse...

Agradeço muito o poema deixado no meu cantinho. Gostei imenso!

Quanto a este soneto, sente-se o amor eterno, vestido onde os olhos e os lábios despem as emoções!

É belo!!!

Beijinho

vania marques disse...

que maravilha!!
amei seus trabalhos...
parabéns...
bjs...

nacasadorau disse...

Amigo Machado Carlos,

Não me espanta que a bela modelo tenha inspirado tão belo soneto.

Parabéns.

beijo

Flor da Vida disse...

Amigo, passando pra lhe deixar carinhos, e lhe desejar uma ótima noite de sábado e um maravilhoso domingo! Bjsss

Ana Agarriberri disse...

Que lindo! Encantador. Obrigada por nos presentear com esse belíssimo poema. A imagem ficou linda também, bela escolha. Parabéns.

Beejo,beejo. =)

Marta disse...

Porque o som do piano enche a alma...e na lua podemos escrever tudo o que desejamos....
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

Maria disse...

Querido amigo um soneto sublime. Quanto amor, ternura e sensibilidade.
Vir visitâ-lo é ter sempre a certeza de sair com a alma mais leve, pois seu cantinho alivia nossas dores através da poesia.
Tenha um domingo maravilhoso
Beijinhos
Maria

Valéria Sorohan disse...

Que o seu encanto, deixe ternas gotas de orvalho divino, sempre.
Bom ler você novamente. Saudade dessa imensidão toda.

Meu beijooO*

Chris... ჱܓ disse...

Meu lindo, o amor não mede distâncias, ele simplesmente acontece...

Lindo teu poema, mais que palavras carregadas de amor.
Belo!

Obrigada pelo carinho tá.
Feliz 2011.

Bjos no coração!

EU SOU NEGUINHA disse...

Poeta..
Tem presente pra ti no meu canto de memes...
Beijos em ti

Sandra Botelho disse...

Lindo soneto de amor...E que ela seja sempre amada...Porque o amor transpoe qualquer distancia, mas que o impossivel não seja velado eternamente, pra que permita que o voo da felicidade aconteça.
Bjos achocolatados

Anna disse...

Seus sonetos são sempre maravilhosos, sua sensibilidade é impar.
Boa noite, ótima semana, poeta!
beijos em seu coração

Marion Lemos disse...

É um prazer visitar teu blog,
você transborda sentimentos, teus sonetos são repletos de magia, encantamentos... amor...
Aqui em teus lindos versos, sonhamos e através destes realizamos nossos desejos.
Pura inspiração!..
Parabéns!
Linda noite!

Um doce beijo.

Marion

Livinha disse...

É amada e ama meu querido amigo poeta...
Corações ligados, jamais esquecidos o que dirá abandonado.
São pedaços lado a lado jungirdos na luz das esferas mais sagradas, laços de vidas, enfeitados, as flores do jardim da lida...

São tão lindo teus versos desse amor puro e sereno que ao canto vozes entoam, no mais sublime universo...

Feliz semana pra ti

Bjs

Livinha

Fatima disse...

Que as verdadeiras amizades continuem.
Que as lágrimas sejam poucas, e compartilhadas.
Que as alegrias estejam sempre presentes e sejam festejadas por todos.
Que o carinho esteja presente em um simples "Olá",
ou em qualquer outra frase mesmo que digitada rapidamente.
Que os corações estejam sempre abertos para novas amizades,
novos amores, novas conquistas.
Que Deus esteja sempre com sua mão estendida
apontando o caminho correto.
Que as coisas pequenas como a inveja ou desamor,
sejam retiradas de nossa vida.
Que aquele que necessita de ajuda encontre sempre em nós,
uma animadora palavra amiga.

Que a verdade sempre esteja acima de tudo.


Bjs.

Beli disse...

Oi, Machado!

Retribuindo su visita em meu blog. E respondendo a sua pergunta: eu adoro poesia! :D Eu tenho um outro blog apenas para eles... http://veudeestrelas.blogspot.com

Do mesmo modo que amo livros de romance, mas eu separei para poder fazer um blog de livros e divulgação.

Adorei as tuas poesias!


Bjus
Boa semana!^^

Everson Russo disse...

Uma otima semana pra ti amigo poeta...leve meus abraços fraternos de paz ...

Nilson Barcelli disse...

Belíssimo poema.
Gostei imenso das suas palavras.
Caro amigo, boa semana.
Abraço.

Poetíssima disse...

Nossa.. *risos*

Que este ano tenhamos muitas inspirações... Abraços nossos #

Pérola disse...

Vim te deixar um beijo.
Beijokas peroladas rs.

Toninhobira disse...

Linda sua arte com os sonetos,deixa sempre uma emoção exposta como dever sempre os sonetos.A referencia de "Metade" ilustra a obra.Parabens amigo.

Chris Amag disse...

Olá, Machado de Carlos...

Como dizem: "poema não se explica se sente"

Mas muitas vezes fico curiosa, sobre o que lhe inspira, se são musas criadas ou se na verdade existem...

Sempre fala em cores carmim, em piano, dança e arte, tudo que faz parte do seu mundo...

Tento entender...

"Síntese, jazida, fim da dor..."

Fim de um amor? Fim de uma busca, de uma incerteza ou a certeza de acabar com uma busca impossível?

Como interpretar?

Se pegasse para mim esse soneto, ficaria com a parte das águas do belo oceano...

Como se a água encobrisse todo o sofrimento e me lavasse a alma e me deixasse flutuar no balançar das ondas brandas, refletindo um céu azul, limpo a purificar todo o meu ser.

Bjs, caro poeta

Chris

Chris Amag disse...

Carlos...

Nossa, eu gosto muito deste poema... Acertou em cheio para exemplificar.

E já que gosta tanto de piano... E aí? Assistiu àquele filme que sugeri? Espero que sim!

Bjs
Chris

(caso tenha esquecido, o nome do filme é O SOM DO CORAÇÃO)

Amor feito Poesia disse...

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...


Vinicius de Moraes

Amor & Paz no seu dia...Beijos...M@ria

Anônimo disse...

Não há mais em meu vocabulário adjetivos que expressem o leque de emoções que apoderam-se do meu existir ao ler-te.É uma vivência muito nova,muito antiga,muito rara,muito simples,poderosa,acolhedora,pacifica,guerreira,iluminada,misteriosa...Paradoxos diluem-se sobre minha superfície alma recolhendo-se em meus cantos mais íntimos.Tenho-te,entre as quatro paredes do meu ser que a flutuar permanece sobre e sob as mãos de tuas palavras a cada leitura de tí.E cigana,leio a tua mão e nelas esta escrito:És meu,ainda que não saibas.Pertenço-te,ainda que não percebas.Já nos encontramos,ainda que nos ares e em espírito!

Estou aqui,sempre!

A Dona.

Magia da Inês disse...

Outro belo soneto cheio de amor e lirismo com a sua impressão digital de poeta.
Bjs

Everson Russo disse...

Um dia de paz pra ti amigo,,,abraços.

vania marques disse...

Ola querido!!
vou bem ,e você como vai?
obrigada pela visitinha...
bjs...
não sei escrever coisas lindas como você ,mais amo poesias...
bjs...

Insana disse...

Belo poema.

bjs
Insana

Marion Lemos disse...

Nossa, que lindo que ficou!!!
Amei!!!
Seu trabalho é maravilhoso!
Parabéns, tens muito bom gosto e um talento incrível.
Vou ficar mais um pouco por aqui, apreciando teu trabalho.
Encantando os meus sonhos..
Linda noite para você!
Grata pelo carinho da visita, fico muito feliz.

Um beijo na alma.

Marion

Anônimo disse...

O Oswaldo Montenegro sabia o que fazia quando escreveu "Metade".
Pergunta que não quer calar:-E você,sabe o que faz,ao escrever os seus sonetos,quando os dedica e os floreia com belas imagens,ou volta e meia arrepende-se do que fez e muda a roupagem?(Acredito que sim)
Seja lá qual for a resposta e se realmente entendeu a pergunta,vai aqui o poema METADE,para que possamos refletir e vermos que pode ser fato nós encontrarmos por vezes vivendo um paralelo entre oposições do que somos e o que sentimos e que é possível sim,convivermos com essas diferenças tão pessoais,que por vezes poucos entendem,mas que só aqueles que nos amam verdadeiramente compreendem.A saber,as nossas METADES!

"Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio

Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
Mas a outra metade é silêncio.

Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade.

Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo.

Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso mas a outra metade é um vulcão.

Que o medo da solidão se afaste, e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável.

Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
Que eu me lembro ter dado na infância
Por que metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade eu não sei.

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço.

Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção.

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também."
(Oswaldo Montenegro)