terça-feira, outubro 31, 2006

ALTEZA











Alteza


Tua mão macia, magnífica, desata
Os botões malucos. Vejo-te nua;
E na doce malícia, doce Lua;
Acaricio tua madeixa coberta de prata.



Ah! Esta magia que o coração recata
No maior deleite, teu corpo flutua...
Desligo-me e ouço um madrigal na rua
Confundo a maré... Uma serenata!...



No teu gozo!... Eis a marca que revoa,
Que maravilha!... Meu espírito voa...
Sou teu súdito na maior primavera.


Que maciez tua pele... Teu grito...
É a soma na manhã, nobre mito!
Beijo a tua aura de luz na primavera!...

Machado de Carlos

Publicado em: Recanto das Letras
Número do Texto: T1210109

sábado, outubro 21, 2006

METADES


Machado de Carlos
http://ilove.terra.com.br/autores/TEXTO.ASP?idpi=167

Tua metade crava meu coração;

A outra metade, preenche de amor.

Uma metade me pinta de cor,

A outra metade é pura ilusão.


Tua metade; momentos de dor!...

A outra metade; linda canção!

Minha metade; pura solidão,

A outra metade; um verso, uma flor...


Minha metade se rende em prosa;

Uma metade de ti é cor-de-rosa!...

As duas metades; minha noite fria!...

Tua total metade é minha musa...

A outra metade; muito obtusa!

Uma metade de ti; noite vazia!...

quinta-feira, outubro 12, 2006

CONJUGAÇÃO


Machado de Carlos
http://ilove.terra.com.br/autores/TEXTO.ASP?idpi=1064


Tu és flor, o néctar do alvorecer!
Percebi tua voz. A voz da poesia!...
O infinitivo me deixou sem saída,
chegaste, envolveste meu pobre ser.

Minha boca se cala ao reviver tuas marcas,
ao raiar da nova vida:
Em coro, tua voz curou as horas feridas!...
... E o verbo serenou o anoitecer!...

Aplaudo tuas palavras de carinho,
elas fazem parte do meu caminho;
Olho para o espelho... Vejo outra imagem!...

Teus textos têm estirpe de nobreza,
cada letra tem alma de pureza!
Reconheço a paz de tua mensagem!...